Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Como a telemática se tornou vital para a segurança da frota e o crescimento sustentável

 

Publicado em 17/08/2021

Embora o mercado de telemática comercial brasileiro continue a ser o mais forte da América Latina, as oportunidades de escalar essa tecnologia são imensas


Foto: Divulgação

Artigo | Por Eduardo Canicoba*

O desenvolvimento de novas tecnologias de frota faz com que o setor de transporte passe por uma grande transformação a nível global. No início, a telemática era vista apenas como uma ferramenta de geolocalização. No entanto, as capacidades das soluções telemáticas evoluíram nos últimos anos, tornando-se um componente essencial deste setor.

À medida que empresas e governos procuram maneiras de melhorar a eficiência, lucratividade e sustentabilidade de sua frota, a telemática se tornou um item obrigatório para a otimização do setor. Como a indústria de gerenciamento de frotas continua a crescer e evoluir na América Latina, podemos antecipar que a demanda por novas soluções também aumentará ao passo que os gestores privados e estatais se esforçam para atender às necessidades de suas frotas em constante mudança.

No Brasil, existem dois objetivos claros para o setor de transportes: melhorar a segurança e a sustentabilidade da frota. Só em 2020, foram 63,447 acidentes nas rodovias brasileiras, segundo dados da Polícia Rodoviária Federal.

A nova onda de telemática baseada em comportamento também tem transformado cada vez mais a segurança e o comportamento do motorista, proporcionando uma maior compreensão das atitudes e práticas de direção, além de permitir que as empresas implementem iniciativas de segurança mais estratégicas e eficazes. Ao adotar uma plataforma telemática abrangente, os gestores de frotas podem ter acesso a relatórios de segurança do motorista, os quais fornecem uma melhor compreensão dos hábitos de direção e são monitorados em tempo real, ajudando a identificar comportamentos de direção de risco.

O uso de telemática de vídeo, como dashcams (câmeras no veículo), é apenas um exemplo dos benefícios que essas soluções oferecem, pois permitem que os gerentes de frota analisem as imagens de vídeo na cabine para garantir que seus motoristas estejam seguindo protocolos de segurança.

Com acesso a dados mais abrangentes, os gerentes de frota podem entender melhor onde e por que um incidente ocorreu, bem como qual treinamento adicional é necessário para ajudar a prevenir futuros incidentes. Essas soluções permitem que os gestores identifiquem rapidamente ameaças em potencial e adotem as medidas adequadas, como treinamento adicional para motoristas, ajudando a reduzir a probabilidade de um acidente decorrente de falha.

Outro avanço notável no mercado brasileiro é o crescimento dos veículos elétricos e híbridos, uma vez que muitas empresas buscam formas de simplificar a transição da frota para os modelos elétricos, reduzindo suas emissões de carbono. Diante disso, a Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE) relatou o crescimento de 84% nas vendas de carros elétricos no primeiro semestre de 2021, indicando um futuro brilhante para o progresso ambientalmente correto no setor de transporte.

A tecnologia telemática também pode ser usada para apoiar o gerenciamento de frota verde de seis formas principais, como ajudar a reduzir a marcha lenta e a direção ineficiente; diminuir as emissões de CO2; melhorar a otimização de rotas; permitir a manutenção proativa de veículos; apoiar a eletrificação e o gerenciamento da frota de veículos elétricos. Ao integrar uma plataforma telemática abrangente, os gestores de frotas são capazes de recuperar informações importantes de seus veículos em escala quantitativa, ajudando a capacitar as frotas a reduzir o tempo de inatividade, o uso de combustível e a encontrar o melhor modelo de veículo elétrico para atender às necessidades da organização.

Embora esses benefícios sejam importantes para os gestores de frotas, eles também permitem a redução das emissões de carbono em nível global, o que desempenhará um papel crítico na melhoria da saúde pública e na redução das mudanças climáticas.

As soluções telemáticas serão fundamentais no Brasil devido ao aumento do custo do diesel, que subiu 6,7% em julho de 2021, segundo a Petrobrás. As soluções telemáticas fornecem acesso a relatórios de eficiência de combustível para identificar tendências relacionadas ao uso e reabastecimento, enquanto fornecem dados essenciais do motor para que haja sempre um registro do estado do veículo. Além disso, eles compartilham informações sobre o consumo de combustível para ajudar os usuários a fazer comparações entre motoristas ou veículos para identificar áreas de melhoria, como fornecer treinamento adequado ao motorista para reduzir a velocidade e o tempo de inatividade.

Os veículos elétricos, por sua vez, já começaram a se estabelecer na América Latina graças ao foco coletivo do governo regional na produção de energia limpa e na redução de emissões em todo o continente. Em São Paulo, o Sistema de Transporte Público Municipal acrescentou 17 ônibus totalmente elétricos à sua frota, substituindo os veículos mais antigos por ônibus novos e ecologicamente mais corretos, bem como expressou seu compromisso de expandir sua frota nos próximos anos.

Com essa aquisição coletiva, os veículos de transporte público no país deverão ser totalmente elétricos até 2050. Além disso, essa tendência de mobilidade elétrica pode ser observada por outros fatores, como o número de estações de carregamento para veículos elétricos, que estão aumentando na América Latina, com um número relatado de 250 novas estações recentemente adicionadas em 23 cidades do Brasil no projeto Ecovaga.

Embora o mercado de telemática comercial brasileiro continue a ser o mais forte da América Latina, as oportunidades de escalar essa tecnologia são imensas. A Geotab reconhece o potencial do mercado brasileiro e recentemente entrou na região com o objetivo de transformar a indústria de transportes por meio de sua plataforma telemática. A solução telemática de ponta da Geotab está bem posicionada para ajudar as empresas e frotas brasileiras a reduzir o uso de combustível, melhorar a segurança, otimizar a produtividade e muito mais, ao mesmo tempo que aumenta a lucratividade em uma indústria essencial do país.

 

*Eduardo Canicoba é Country Manager Brasil e Líder de Desenvolvimento de Negócios LATAM da Geotab

Quer se manter atualizado em logística e supply chain?
Clique aqui e saiba mais!

 

Veja também: