Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Dados: uma análise sobre a mina de ouro da logística

 

Publicado em 03/03/2021



 

* Por Marcelo Roehe Mandelli

 

Os últimos tempos representaram uma inevitável guinada em direção à transformação digital nas mais diferentes esferas econômicas. Em logística, um dos segmentos mais evidentes e lucrativos do ano passado, o salto tecnológico sugere envolver uma constância de crescimento ainda mais forte em 2021. Muito dessa influência virá do aprendizado advindo do poder de coleta e interpretação de uma quantidade intangível de dados, envolvidos ao longo de toda a cadeia logística desde a venda de um produto - em loja física ou online - até sua entrega ao cliente final.

Esses registros e códigos há muito tempo deixaram de ser apenas números, e, principalmente em função do pulsante desenvolvimento nos campos da Big Data, Inteligência Artificial e Internet das Coisas, estão emergindo na maioria das operações logísticas como um componente estratégico capaz de melhorar o poder de decisão sobre os processos logísticos e seus resultados. Trata-se de uma “mina de ouro” para as transportadoras logísticas mais avançadas em tecnologia. Isto porque, elas conseguem absorver uma quantidade superior de dados em tempo real durante cada serviço, conquistando respeito e espaço entre os principais players de mercado.

Soma-se a isso o fato de a evolução digital no setor trazer consigo os dados como um diferencial competitivo em que o compartilhamento de informações entre fornecedores, vendedores, entregadores e consumidores - respeitada a confiabilidade e a segurança envolvidas nas transações - se tornou um meio de análise, eficiência, transparência e previsão de demanda e potenciais de negócio.

Uma das áreas em que esse ganho proporcionado pela disponibilização e o compartilhamento de dados em nuvem será cada vez mais perceptível é o e-commerce. A tradução de diferentes dados em informação serve para melhorar a logística de entrega e ocasiona desde a redução de custos operacionais até uma maior capacidade de processamento de pedidos, otimização de pessoas e recursos, controle de estoque e a assertividade no preço e prazo de entrega.

Os dados fornecem ainda uma visão geral sobre as mercadorias disponíveis em estoque, os pontos de coleta mais próximos de onde está o consumidor e as rotas de entrega mais viáveis e rápidas. Ademais, são mitigados os erros de envio de produtos incorretos e facilitam o recurso de logística reversa. Ou seja, os dados são uma oportunidade para a logística de precisão e respaldam as ações dos principais indicadores de desempenho em logística.

Sem dúvidas o ano de 2021 marca o ínicio de uma era em que o uso correto dos dados tornará sua utilização um elemento imprescindível para a sobrevivência de inúmeras empresas logísticas, garantindo assim melhor gestão de desempenho, capacidade de aumento do fluxo de demanda sem perda de produtividade e alinhamento com as expectativas individuais de cada cliente e do cliente do cliente. Até mesmo o histórico que poderá ser consultado trará previsões mais certeiras nos períodos de maior volume de carga.

Um único envio de pacote contempla milhares de pequenas variantes que definem o sucesso e a satisfação pelo serviço e é nesse mundo de possibilidades que os estrategistas estão atentos, focados não só na leitura, mas na compreensão e implementação do conhecimento adquirido com o fornecimento de tais dados. Só que esse movimento ainda é tímido no Brasil, haja vista que a logística tradicional ainda é refém do “analógico” em diversos aspectos. É preciso investir nos dados, aplicar tecnologia e transformar o modo operacional para se destacar no mercado.

Para que os dados mostrem seu potencial é necessário que as empresas de logística abracem o novo, se reconheçam dentro de um contexto mais global - e movido a dados -, e preparem seu capital humano para analisar as informações que chegam, saibam interpretá-las, e forneçam ao negócio um caminho seguro para o futuro.

 

Marcelo Roehe Mandelli é gerente de operações na Diálogo Logística - braço de e-commerce da BBM Logística

 

Quer se manter atualizado em logística e supply chain?
Clique aqui e saiba mais!

 

Veja também: