ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
Transfolha - Natal

 

Categorias

 

Tegma

 

Point Sistemas

 


 Evento Operações Logísticas Inovadoras

 

Intermodal

 




Tecnologia logística: o que usar para alcançar o pedido perfeito, reduzir custos, maximizar eficiência e encantar clientes

Publicado em 22/10/2019

Sua empresa não tem previsibilidade comercial? Ainda faz entregas sem roteirizar? Não tem a localização do caminhão em tempo real? Só recebe o canhoto da entrega quando o caminhão volta pra base? Descobre que a entrega teve problemas de estoque cheio, erro de pedido, perda de agendamento ou erro na emissão de documento somente quando tem que pagar reentregas, diárias ou um novo frete?

 

Além disso, os pedidos depois de processados ficam menores devido as rupturas no estoque? A carga vez por outra não cabe no caminhão por erros de cubagens cadastradas erradas? O picking demora demais e atrasa a saída dos veículos? Os caminhões vivem dando No-show e as Janelas de agendamento são perdidas?

Muita atenção!!!

Se isso está acontecendo com sua empresa, vocês não estão perdendo apenas vendas e gastando mais dinheiro, mas  estão perdendo REPUTAÇÃO.

EXPECTATIVA x REALIDADE

Sabe aquela brincadeira sobre EXPECTATIVA x REALIDADEque já virou até meme na internet?

 

Ainda que a realidade seja caótica, toda empresa tem a expectativa de ter uma logística rápida, eficiente e no custo ideal.

RELÓGIO e CALCULADORA são ferramentas "religiosas" no segmento. Fazer logística é controlar tempos, movimentos e custos em busca da batida perfeita, ou melhor, do pedido perfeito:

Entregue na quantidade correta, no local indicado, para a pessoa certa, no prazo negociado, sem avarias, sem problemas com a documentação fiscal, com logística reversa mínima viável e pós entrega eficiente e rápida.

O pedido perfeito nada mais é que um cálculo da eficiência das etapas de um pedido. E é medido do seguinte modo:

% Acuracidade no Registro do Pedido x % Acuracidade na Separação x % Entregas no Prazo x % Entregas sem Danos x % Pedidos Faturados Corretamente.

Os benefícios da implementação do pedido perfeito são inúmeros. Indo desde a melhoria e controle operacional ao encantamento do cliente (o que é o mais importante), que passa a confiar na empresa, repete a compra e faz marketing boca a boca melhorando assim sua reputação.

Nesse sentido, além de entregar boa experiência e encantar o cliente, é preciso realizar tudo isso no menor custo possível, com controle, transparência e visibilidade operacional de todos os processos, ou não terá rentabilidade para continuar competindo.

Como realizar esse feito transformando a expectativa em realidade?

A palavra é ESTRATÉGIA:

Em grego, strateegia; em latim, strategi; em francês, stratégie; em inglês, strategy; em alemão, strategie; em italiano, strategia; em espanhol, estrategia. Assim como aprendemos com o Capitão Nascimento, em Tropa de Elite.

Adoro esse filme.

COMO MONTAR UMA ESTRATÉGIA LOGÍSTICA PARA O REDUZIR CUSTOS, MAXIMIZAR EFICIÊNCIA E ENCANTAR O CLIENTE

Para conseguir um pedido perfeito Digitalize-se. Parece propaganda de banco, mas não é.

Eu sei que tá meio clichê falar da importância de tecnologia e inovação. Em todos os lugares que vamos e como quem conversamos, o papo de inovação tecnológica está sempre presente.

Mas é algo natural, que não pode não ser. Estamos na era digital, na era do supply chain 4.0, produto da quarta revolução industrial: rápida, ultraconectada, comunicativa, globalizada e disruptiva.

Uma empresa que vive à margem de toda essa revolução está fadada ao fracasso. Nesse mundo incrivelmente novo, é preciso se dividir entre pendências e tendências (Walter Longo): devemos cuidar das pendências do dia-a-dia, mas sem se esquecer de se atualizar e buscar aquilo que existe de mais novo e que pode levar seu negócio, carreira e vida a outro nível.

Nesse sentido, a inovação tecnológica é primordial para criar diferenciais competitivos na logística.

Seja inbound (entrada: do fornecedor até a fábrica) ou outbound (saída: dá fábrica para o CD ou ponto final), o esperado de uma boa operação logística é que ela tenha:

  1. Um bom planejamento comercial e ótima programação de produção (ESTRATÉGIA);
  2. Uma excelente execução operacional de carga, trânsito time e descarga (TÁTICA).

Para que essas duas frentes sejam de muito sucesso, além de pessoas e processos bem definidos, a tecnologia é vital.

Porém sabemos que nem toda tecnologia está madura e funciona para qualquer negócio. É preciso dizer também que nem sempre está acessível do ponto de vista financeiro. Por isso, saber no que investir é tão importante quanto o desejo de digitalizar a operação.

Mas antes de falar sobre as tecnologias mínimas, vamos pontuar sete áreas responsáveis por uma logística perfeita que demandarão o apoio tecnológico:

  1. Gestão dos estoques;
  2. Acompanhamento da carteira de pedidos;
  3. Controle da frota: Produtividade e eficiência da frota própria e terceira;
  4. Controle do nível de serviço das entregas;
  5. Controle de tempos e movimentos: carga, transit time e descarga;
  6. Gestão e acompanhamento da entrega;
  7. Pós entrega.

Claro que existem outras áreas a se preocupar, no entanto, se essas sete estiverem bem geridas, controladas e conectadas, sua logística estará mais elegível para o pedido perfeito.

O MÍNIMO DE TECNOLOGIA NECESSÁRIO PARA SUA LOGÍSTICA

É preciso dizer que não tenho patrocínio de nenhum software ou empresa de logística. Assim, a ideia é evitar marcas e patentes e focar nas ferramentas para que o planejamento e a execução logística seja eficiente.

No frigir dos ovos a tecnologia deve trazer informações detalhadas e em tempo real para dar melhor apoio e mais rapidez pra tomada de decisão que visa:

  1. Redução dos custos operacionais com sistemas e estrutura;
  2. Maximização da eficiência diminuindo a ociosidade da operação;
  3. Controle e diminuição dos índices de incidentes e acidentes.

Entendido isso, vamos ao que interessa, a tecnologia:

1. Software De Previsão de Demanda

Um software de previsões de demanda garantirá melhor planejamento dos estoques, avaliando tendências de mercado e comportamento do cliente com base em seu histórico e estimativa de vendas. Esse apoiará sobre o tamanho e melhor localização dos estoques, o que trará economias em escala para o negócio.

2. Gerenciamento de Armazém (WMS)

Mais conhecido como WMS: Warehouse Management System. É um sistema de gerenciamento de armazém. Ferramenta essa que permite o gerenciamento centralizado de tarefas. Ou seja, é um sistema voltado para gerir e controlar rotinas do estoque como: recebimento, armazenagem, separação de pedidos, entre outras.

3. Software de Gerenciamento de Transporte (TMS)

O TMS é uma ferramenta logística de gerenciamento e controle de transporte. Ela permite o controle de toda a operação e a gestão de transporte de forma integrada. Medindo seu desempenho operacional, identificando e controlando os custos inerentes a cada operação, bem como a otimização de carga e descarga, auditoria de frete e pagamento, gestão de pátios, gestão de transportadoras, rastreamento, emissões de conhecimentos e manifesto de carga, taxas e tarifas.

4. Roteirizador

A Roteirização é um método de busca, da melhor sequência de visitas a um determinado número de clientes, no interior de uma zona de coleta ou distribuição, ou seja, sequência "otimizada" de entrega e coleta de produtos. O uso da roteirização é imprescindível. A análise metódica e o devido planejamento para a otimização dos recursos de transporte, focado na minimização de custos e incremento do nível de serviço fazem parte de uma boa gestão do transporte.

5. Monitoramento de Entregas

A ferramentas confere alto nível de excelência do nível de serviço, melhorando a eficiência e a confiabilidade. Dando condições ao gestor de identificar embarques e entregas em tempo real, conferindo geolocalização do veículo entregador via GPS, troca de mensagens com o motorista, fotografia da entrega e do canhoto da nota, bem como informação em tempo real de trânsito e/ou quaisquer outros problemas com a entrega.

Outras soluções

Além dos referidos sistemas de apoio a logística, existem outras soluções que que podem ajudar a melhorar a gestão, entre elas estão:

  • BI (business intelligence) para acompanhamento de indicadores de desempenho;
  • Big data;
  • Agendamento automático de entregas;
  • Terceirização da frota;
  • Software para logística reversa;
  • Agendamento de docas;
  • Softwares otimizadores de carregamento;
  • Rastreamento e monitoramento do ciclo do pedido;
  • Gestão integrada.

A logística tornou-se o novo marketing para encantamento do cliente, controlá-la de ponta a ponta é uma grande sacada.

E na sua empresa o que vocês tem feito em termos de adoção de novas tecnologias para melhorar a eficiência e reduzir os custos?

Até a próxima!

 

Achiles Rodrigues

Por Achiles Rodrigues

Possui mais de 16 anos de atuação em logística, transportes, processos e pessoas. É professor de liderança e criatividade e um entusiasta do mundo digital. É graduado em administração de empresas, Teologia e pós-graduado em MBA Logística e Supply Chain.

 

Veja também: