Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

As grandes do e-commerce passarão a ser as grandes da logística?

 

Publicado em 31/05/2021

O comércio eletrônico está evoluindo em um ritmo rápido, em grande parte graças à Amazon.

Explico porquê.

Há dez anos, uma entrega de duas horas via drone teria sido apenas uma cena do desenho animado "Os Jetsons". Hoje, os compradores estão cada vez mais comprando on-line, transformando as nossas vidas e a logística.

Mas cá entre nós, a Amazon que acabou influenciando outras empresas, inclusive no Brasil, não fez isso em um dia. Foram anos de investimentos no mundo da logística e hoje fica a questão: a Amazon é uma empresa de comércio eletrônico ou de logística. Ou os dois? E como está o Brasil neste aspecto?

Esta é  a essência da prosa com o amigo Hélio Meirim.

 

 

Paulo Bertaglia

Por Paulo Bertaglia

Diretor Executivo da Berthas, atuou nas empresas: IBM, Unilever, Hewlett-Packard e Oracle. Com experiência internacional, atua nas áreas de Supply Chain Management/Logística, Gestão estratégica de Negócios e Mentoria executiva. Atua como Professor em Supply Chain, Logística, Gestão Estratégica de Negócios, Gestão de Vendas, Indústria 4.0 e Liderança, realizando também palestras e cursos in-company. Autor de vários livros entre eles Logística e Gerenciamento da Cadeia de Abastecimento pela Editora Saraiva. É colunista de importantes meios de comunicação.

Quer se manter atualizado em logística e supply chain?
Clique aqui e saiba mais!

 

Veja também: