Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Cross docking: necessidade ou oportunidade?

 

Publicado em 18/01/2022


Foto: Reprodução

O cross docking não é algo novo, mas vem ganhando importância estratégica e ganhando popularidade em função de métodos de Just in Time, colaboração na cadeia e avanços nos sistemas tecnológicos. Objetivamente, o cross docking é uma prática operacional, porém requer coordenação e informação de qualidade entre os personagens do ecossistema como fabricante, distribuidor e cliente para se ganhar eficiência.

Mas o que é cross docking? É a transferência de mercadorias e materiais de um transporte que chega em um local físico diretamente para um ou mais transportes que movimentarão a outros destinos sem que tais mercadorias sofram todas as operações de armazenagem. Portanto ele é recebido e movimentado diretamente para o despacho gerando uma série de benefícios.

Todavia, quais são suas vantagens do ponto de vista estratégico e porque utilizá-lo pode fazer a diferença nos negócios?

Essas e outras perguntas são respondidas no bate-papo com Priscilla Carvalho, que é Partner e Logistics Latam South Leader na EY. Assista na íntegra:

Paulo Bertaglia

Por Paulo Bertaglia

Diretor Executivo da Berthas, atuou nas empresas: IBM, Unilever, Hewlett-Packard e Oracle. Com experiência internacional, atua nas áreas de Supply Chain Management/Logística, Gestão estratégica de Negócios e Mentoria executiva. Atua como Professor em Supply Chain, Logística, Gestão Estratégica de Negócios, Gestão de Vendas, Indústria 4.0 e Liderança, realizando também palestras e cursos in-company. Autor de vários livros entre eles Logística e Gerenciamento da Cadeia de Abastecimento pela Editora Saraiva. É colunista de importantes meios de comunicação.

Quer se manter atualizado em logística e supply chain?
Clique aqui e saiba mais!

 

Veja também: