Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Desmistificando o Vendor Managed Inventory - VMI

 

Publicado em 22/01/2021

O estoque gerenciado por fornecedores (VMI – Vendor Managed Inventory) tornou-se uma ferramenta competitiva de gerenciamento da cadeia de abastecimento que tem sido usada por varejistas, fornecedores e fabricantes para reduzir o custo de gerenciamento de estoque nas últimas décadas.

O conceito básico do VMI é que os fornecedores são responsáveis pelo reabastecimento de estoque de um cliente. Os níveis mínimos de estoque, tamanho de lote e pedidos de fornecedores são três dos termos-chave associados a este modelo que é projetado para trabalhar nos processos de cumprimento de pedidos de uma empresa.

Como em todo modelo de negócio, existem várias vantagens e desvantagens do VMI tanto para o comprador quanto para o fornecedor que deve ser considerado antes de decidir implementar. Nesta prosa vamos falar de questões críticas relativas ao VMI e examinarmos o impacto que ele causa na organização e em supply chain.

Paulo Bertaglia

Por Paulo Bertaglia

Diretor Executivo da Berthas, atuou nas empresas: IBM, Unilever, Hewlett-Packard e Oracle. Com experiência internacional, atua nas áreas de Supply Chain Management/Logística, Gestão estratégica de Negócios e Mentoria executiva. Atua como Professor em Supply Chain, Logística, Gestão Estratégica de Negócios, Gestão de Vendas, Indústria 4.0 e Liderança, realizando também palestras e cursos in-company. Autor de vários livros entre eles Logística e Gerenciamento da Cadeia de Abastecimento pela Editora Saraiva.

Quer se manter atualizado em logística e supply chain?
Clique aqui e saiba mais!

 

Veja também: