ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
Promo PowerBank

 

Categorias

 

Quintiq

 


 
 Intermodal

 




As 5 melhores práticas de um Provedor Logístico eficiente

Publicado em 13/10/2019

 

3PL – Third Party Logistics (Provedores Logísticos terceirizados)

Todos os dias, os transportadores e os pequenos intermediários estão dependendo forte e amplamente de provedores logísticos (3PL) para gerenciar funções de logística e suprimentos, capacidade de acesso e recursos de tecnologia.

3PLs criam valor através da compreensão dos padrões da indústria, o que exige ajudar os clientes a desfrutar de melhores serviços a custos mais baixos através de melhorias táticas e tecnologias, aumentando o desempenho geral da cadeia de suprimentos com melhorias nos processos de negócios aplicados estrategicamente.

Muitos 3PL proativamente mostram um retorno rápido no investimento (ROI). Isso se deve à necessidade de expandir a “proposta de valor” e aumentar sua relação com o cliente. Há um padrão industrial exigido para eles e eles controlam o quanto dessa satisfação podem ser derivadas de seus serviços.

Tipos de provedores 3PL

- Padrão - Atividades básicas: coletar e embalar, armazenar e distribuir.
- Desenvolvedor de serviços - Serviços de valor agregado, como rastreamento, cross-docking e embalagem específica
- Adaptado ao Cliente - Isto vem a pedido de um cliente. É quando o 3PL assume a logística completa da empresa.
- Desenvolvedor de clientes - Este é o nível mais alto do 3PL. É quando o 3PL se integra com a empresa e acaba assumindo toda a operação de logística.

Os provedores logísticos geralmente se especializam em:

  • Integração de operações
  • Armazenagem
  • Serviços de transporte
  • Cross-docking
  • Gestão de inventário
  • Embalagem
  • Frete

Esses serviços são dimensionados e personalizados para as necessidades específicas do cliente com base em suas condições de mercado e as diferentes demandas e requisitos do serviço de entrega para seus produtos ou materiais.

Mas quais são os padrões da indústria exigidos para essas empresas?

Abaixo estão cinco das melhores práticas que os 3PL devem exibir para ganhar a confiança do cliente.

Controle

Enquanto os 3PL são geralmente responsáveis pelo controle da capacidade de transporte e distribuição, na relação com os transportadores e/ou agentes de carga, eles também devem criar espaço para que os clientes exerçam algum nível de controle também.

Um problema que abrange muitas parcerias de 3PL hoje é com o resultado de expectativas mal definidas, o que ocasiona uma certa falta de controle, e o escopo atrasa.

Espera-se que os Operadores logísticos comuniquem os objetivos claramente e continuem a destacar os principais indicadores de desempenho (KPIs) que são mais importantes para o cliente.

Estes dados podem ser medidos pelos clientes e comparados com padrões contratuais ou industriais. Isso ajudará o 3PL a entender melhor o nível de serviço que eles estão fornecendo.

Otimização

Outro padrão definido para empresas de 3PL é criar valor através da oferta e otimização nas funções de transporte e logística existentes. Eles podem fazer isso coletando e destilando grandes quantidades de dados ao menor detalhe, analisando-os e identificando problemas e redundâncias. Eles podem então abordá-los com correções apropriadas.

Ou eles podem descobrir melhorias em todo o sistema na cadeia de suprimentos e transformar qualquer problema em novas oportunidades para garantir maior eficiência e economia. A otimização é um processo recorrente que exige mudanças na cadeia de suprimentos para garantir a viabilidade. Beneficia as empresas de 3PL porque novos objetivos são criados conforme metas pré-determinadas são atendidas.

Relatórios

A chave para entender e reconhecer o desempenho do serviço de 3PL, seja bom ou ruim, é através de relatórios periódicos. Saber onde os produtos estão, se foram entregues e como eles foram entregues é uma parte importante do processo.

O 3PL deve ser capaz de fornecer visibilidade e processar informações. Dessa forma, os clientes podem determinar o que é mais crucial para suas necessidades para que possam acessar o desempenho com base em seus termos e não nos termos do provedor de serviços.

Isso também ajuda o 3PL a coletar e ter um arquivo com relatórios históricos que o ajudará a identificar áreas de melhoria, engajar os clientes no negócio e explorar melhores oportunidades para gerar maiores eficiências e economias.

Execução

Com a execução, espera-se que as empresas de 3PL se esforcem para a melhoria contínua e satisfaçam as expectativas dos clientes. Se um provedor de serviços está respondendo às prioridades dos clientes, seja através de KPIs, funções de otimização ou relatórios de dados, deve haver uma execução limpa no plano e, por sua vez, mostrar benefícios óbvios para o cliente a curto, médio e longo prazo.

Também devem oferecer benefícios como eficiência, economia de custos e inovação para os 3PLs. Em seguida, o processo de avaliação pode começar por toda parte.

Redução do risco

Uma das maiores preocupações do 3PL é que sua carga seja danificada ou perdida. O provedor deve ter um plano de mitigação do risco disponível para cada um de seus clientes.

Reveja este plano e faça os ajustes quando necessário. O que acontece se uma área da empresa for afetada por desafios meteorológicos como tempestades? Como uma epidemia afetaria a sua frota ou parceiros?

Ao mitigar os riscos com cuidado por descrever claramente o que se espera alcançar, você evitará surpresas desagradáveis e manterá o seu negócio no bom caminho.

Conclusão:

Uma verdadeira parceria requer uma compreensão mútua de metas, objetivos e principalmente confiança. Quando ambas as partes chegarem a esse ponto, informações e ideias podem fluir para frente e para trás, permitindo que ambos os lados se adaptem rapidamente quando necessário e promovam o serviço geral.

"A colaboração e a co-propriedade não só diminuem os custos e aumentam a eficiência ao longo do tempo, mas também promovem relacionamentos de longo prazo e mutuamente benéficos".

Fonte:

Cerasis

American Express

EDS

 

Rodilson Silva

Por Rodilson Silva

Autor do Podcast Guiakast - Vamos falar de Supply Chain - e Fundador do site Guia Corporativo (http://www.guiacorporativo.com.br), que fornece conteúdo sobre estratégias, ferramentas e melhores práticas da Cadeia de Suprimentos. Mais de 15 anos de atuação na área de Supply Chain com expertise em práticas para otimização e implementação do processo de S&OP, Previsão de Demanda, Logística/Transportes, PPCP, Estoque, Projetos e Processos. Graduado em Logística e com MBA em Gestão de empresas e negócios.

 

Veja também: