Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

O futuro da cadeia de suprimentos

 

Publicado em 17/04/2020

 

A cadeia de suprimentos continua a evoluir, permitindo que os fornecedores operem de maneira mais eficaz e eficiente em todos os aspectos.

A tecnologia torna o nosso mundo um lugar muito pequeno, mas também cria cadeias globais cada vez mais complexas. A conectividade e a visibilidade em tempo real permitem que os profissionais de supply chain trabalhem com parceiros em qualquer lugar, compartilhando informações com o fornecedor do fornecedor ou com o cliente.

Essas redes digitais permitem a rápida transferência de informações através da web. Isso leva ao aumento da expectativa de transparência e visibilidade em todas as etapas do processo.

Como as decisões de negócios influenciam outras organizações em um ritmo ainda mais rápido, os profissionais da cadeia de suprimentos devem usar esse poder para criar influências positivas, incluindo práticas trabalhistas justas e fortes padrões ambientais. Agora, é necessário trabalhar para educar jovens profissionais para prepará-los para liderar as extraordinárias redes de suprimentos de amanhã.

 

Novas plataformas
Novas plataformas deixarão os caminhoneiros ainda mais conectados, assim como os fornecedores de LTL para a economia. À medida que a tecnologia avança, novos modelos de negócios também vão evoluir, o que tem o potencial de afetar drasticamente o setor de transporte. A tecnologia ajudará a reduzir a quantidade de quilomêtros percorridos vazios e, portanto, o número de motoristas necessários.

Felizmente, menos caminhões na estrada significam menos impacto ao meio ambiente. Além disso, o movimento do frete se torna mais como um mercado, com informações da cadeia em tempo real, semelhante ao Uber, fornecendo orquestração e alocação de inventário em tempo real para os estoques em movimento e em repouso.

 

Visibilidade
Os profissionais de logística poderão ver seus pedidos específicos a partir do momento em que são montados no chão de fábrica, através da distribuição, na prateleira do varejo (e mesmo além). Seguindo a onda de  blockchain, a rastreabilidade será em tempo real e abrangente, o que será crítico em áreas como a cadeia de frios.

As empresas poderão aprofundar o relacionamento com os clientes, oferecendo informações sobre compras, práticas trabalhistas e ambientais, todas influenciando cada vez mais as decisões de compra dos consumidores.

 

Crescimento
O crescimento futuro e o sucesso da cadeia de suprimentos estão na inovação e na adoção mais rápida de novas tecnologias. O uso de tecnologias como blockchain e inteligência artificial tendem a aumentar ainda mais. Por muito tempo as indústrias têm usado sistemas tradicionais isolados em silos, desatualizados e limitando severamente o potencial de permitir a inteligência de negócios dentro da empresa.

Os dados automatizados que informam os processos de negócios em tempo real devem fazer parte de qualquer negócio que lide com o gerenciamento da cadeia de suprimentos. Ter acesso a dados em tempo real e a capacidade de obter informações a partir deles usando dispositivos móveis será a camada básica das organizações.

 

Transformação
O supply chain experimentará uma transformação digital, alinhando o setor aos padrões globais de automação e digitalização. Existe uma mudança do software tradicional (em silos), como o Excel, para plataformas conectadas de última geração, especializadas em mercados de commodities, que podem proporcionar avanços no gerenciamento de riscos, tecnologia em toda a empresa, transparência e conformidade. Mais processos serão automatizados e menos trabalho manual será necessário, aliviando o tempo gasto na criação de documentos, em conformidade com a regulamentação.

 

Humanos e máquinas
Humanos e máquinas precisarão trabalhar juntos e elevar o gráfico da produtividade e eficiência. Isso requer níveis mais altos de automação cognitiva, alimentada por algoritmos, para permitir visibilidade e velocidade de decisão sem precedentes para humanos em todos os níveis da cadeia de suprimentos – e armazéns e lojas de varejo estarão na vanguarda dessa inovação.

Além disso, as inovações na entrega de última milha e na fabricação aditiva resultarão na hiper personalização de produtos e ofertas, e os modelos de entrega serão implementados.

A capacidade de aproveitar o poder de dados cada vez mais disponíveis diferenciará os vencedores da cadeia de suprimentos dos perdedores.

 

Transparência
O gerenciamento da cadeia de suprimentos se tornará drasticamente mais eficiente e transparente. Menos recursos serão necessários para atender os consumidores finais, embora eles forneçam mais informações ao longo do processo. A tecnologia ajudará as cadeias de suprimentos a se diferenciarem dentro de um mercado que exige velocidade e conveniência crescentes. Especificamente, a automação orientada a dados removerá ineficiências na distribuição e entrega.

Os varejistas estarão melhor preparados para fatores situacionais, como mudanças climáticas ou mudanças na demanda. Dessa forma, os varejistas podem avançar para um modelo 80:20, com 80% das decisões de ações sendo informadas por dados e não por Forecast ou advinhações. Além disso, a escassez de materiais e o aquecimento global aumentarão a demanda do consumidor por sustentabilidade, resultando em maior transparência da cadeia de suprimentos, entregue por meio do blockchain.

 

Conclusão
As cadeias de suprimentos ao redor do mundo estão sendo transformadas. Pressões externas, tendências tecnológicas e evolução interna estão levando as empresas a reavaliar sua rede para determinar como sua cadeia de suprimentos futura deve ser estruturada. O que você deve fazer agora? Um bom primeiro passo é considerar as amplas tendências em andamento que impactarão a cadeia de suprimentos do futuro.

 

Publicado originalmente em https://guiacorporativo.com.br/

Rodilson Silva

Por Rodilson Silva

Autor do Podcast Guiakast - Vamos falar de Supply Chain - e Fundador do site Guia Corporativo (http://www.guiacorporativo.com.br), que fornece conteúdo sobre estratégias, ferramentas e melhores práticas da Cadeia de Suprimentos. Mais de 15 anos de atuação na área de Supply Chain com expertise em práticas para otimização e implementação do processo de S&OP, Previsão de Demanda, Logística/Transportes, PPCP, Estoque, Projetos e Processos. Graduado em Logística e com MBA em Gestão de empresas e negócios.

Quer se manter atualizado em logística e supply chain?
Clique aqui e saiba mais!

 

Veja também: