Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Com MyTracking, da Point Sistemas, Neodent otimiza gestão em tempo real de transporte e entrega

 

Publicado em 28/07/2021

Em entrevista exclusiva para a MundoLogística, representantes das empresas deram detalhes do desenvolvimento e implantação do projeto

my tracking point sistemas neodent
Foto: Divulgação

Por Christian Presa | Redação MundoLogística

A logística é fundamental para o sucesso das operações de empresas dos mais variados segmentos. Um exemplo disso é a Neodent, do Grupo Straumann. Com 19 unidades no Brasil e distribuição de produtos para mais de 80 países, a empresa de implantes dentários iniciou em 2017 um plano de expansão, que consistiu na construção de um centro de distribuição de 2,4 mil m² em Curitiba (PR), além de aumentar a fábrica de 10 mil m² para 15 mil m².

Para dar suporte às operações com lojas e entregas, a Neodent optou pelo MyTracking, solução desenvolvida pela Point Sistemas para que as empresas acompanhem, em tempo real, o transporte e a entrega de mercadorias. Atualmente, o MyTracking é utilizado em todo o Brasil, no Chile e está em processo de implantação no México.

A MundoLogística conversou com Ivan Vasconcelos Filho, Senior Supply Chain Excellence Analyst da Neodent, Jaderson Mello, National Logistics Supervisor da Neodent, e José Moreira, CEO da Point Sistemas. Na entrevista exclusiva, os representantes de cada uma das empresas deram detalhes dessa parceria – considerada, por ambos, proveitosa.

NEODENT

REVISTA MUNDOLOGÍSTICA: Qual foi o objetivo principal do projeto?

NEODENT: O objetivo inicial do projeto era digitalizar os comprovantes de entrega para motoboys e pedidos retirados em nossas lojas. Em um estudo de possibilidades de mercado, a Point Sistemas se destacou por conta da flexibilidade de customização do protocolo de entrega, tornando-o válido para companhia.    

ML: De que forma a solução da Point Sistemas colaborou na gestão das entregas e relação com seus clientes?

N: Com a digitalização das entregas, tivemos um ganho considerável na redução de resíduos, no caso papel, e gestão dos protocolos digitais. Hoje, todas as comprovações de entrega para motoboy e loja estão armazenadas digitalmente dentro do nosso ERP. A interface que foi desenvolvida para esse projeto automatiza todo esse fluxo entre entrega, interface com cliente em assinatura digital e upload do protocolo digital.

ML: Por que a decisão de digitalizar a comprovação das entregas?

N: Principalmente para termos agilidade na visualização e busca das comprovações de entrega. Essa agilidade é de grande importância para a companhia em relação a informação para vendedores e outros departamentos.

ML: Como a solução foi aplicada no dia a dia das lojas físicas? E nas entregas diretas ao cliente? Qual o ganho trazido nestas operações?

N: Todas as nossas assessoras internas realizam um processo de rota diária, conforme os clientes chegam para realizar a coleta é inserido no sistema e coletado a assinatura digital dos clientes. O ganho foi na diminuição de protocolos físicos e facilidade da rastreabilidade do destinatário, automatizando o processo e garantindo o controle das entregas em tempo real.

ML: E como a torre de controle tem auxiliado na gestão das entregas?

N: Usamos o Power BI para consolidar as informações importantes, consolidadas a partir dos dados integrados vindos do MyTracking e de outras Plataformas já existentes na Neodent.

POINT SISTEMAS

REVISTA MUNDOLOGÍSTICA: Quais tecnologias da Point foram usadas no sistema e qual o objetivo de cada uma delas?

POINT SISTEMAS: A tecnologia usada no projeto Neodent foi o software MyTracking com os módulos web e o app mobile para entregadores, a partir do qual são capturadas informações importantes para gestão das entregas e dos entregadores, ocorrências, e principalmente o POD [proof of delivery, ou “prova de entrega”, em português], no qual é feita a partir da assinatura digital diretamente na tela do aparelho mobile. Além do app, existe uma série de recursos tecnológicos para a guarda desses protocolos e PODs.

ML: Foi preciso alguma adaptação às necessidades do cliente? A plataforma é flexível e permite customizações dependendo da operação?

PS: Sim. O cliente nos solicitou a criação de um protocolo exclusivo validado pelo seu jurídico, com sua logo e o hash de identificação única do POD, além de toda a integração com seus sistemas, neste caso com o SAP. Além de contar com várias funções nativas, a plataforma MyTracking é flexível e pode ser configurada de várias formas. Durante esses 7 anos, nos deparamos com clientes e processos bem específicos com os quais estamos sempre aprendendo. O desafio é, sempre que possível, trazer as customizações solicitadas como uma função nova do sistema. Isso acaba impulsionando o processo de inovação da plataforma de maneira constante.

ML: Qual o funcionamento da Torre de Controle adotada pelo Neodent e os dados gerados por ela? Ela é gerida pela Point ou pelo cliente?

PS: A Neodent não utiliza a nossa Torre de Controle ainda. A Torre de Controle é uma solução de tecnologia entregue pela plataforma MyTracking, mas operada pelo cliente com seus colaboradores. A função traz para o nosso cliente uma série de alertas e indicadores. É um módulo vivo que, por meio de configurações especificas e machine learning, cria tickets e interações para que os problemas sejam resolvidos. Por exemplo, quando existe uma ocorrência com a entrega, o sistema dispara um alerta e ticket para o operador da Torre e ao mesmo tempo, pode sugerir ações para o entregador enviando um e-mail para o cliente.

ML: Como funciona o comprovante de entrega digital?

O POD, ou comprovante de entrega digital, permite a captura da assinatura digital diretamente do smartphone do Entregador, e essa assinatura é identificada com um código único, um hash, que permite que a assinatura seja rastreada. A imagem digital é guardada em servidores da Amazon, com tecnologia S3, que traz segurança, backups contínuos e replicação em múltiplos ambientes. Além da assinatura digital, todos os dados ficam gravados no sistema, como Latitude e Longitude da entrega, horário, motorista, veículo, tudo devidamente indexado com a chave do pedido do cliente.

ML: Há alguma melhoria sendo implementada?

PS: Sim. Nesse momento estamos entregando um pacote de funções relacionadas a entrega e ao entregador. No Contra Senha de validação do cliente, função que já é usada pelo iFood e Mercado Livre, o entregador só consegue dar a baixa na entrega com a senha de confirmação fornecida pelo cliente no momento da entrega, enviada via e-mail, SMS, e até por WhatsApp. Com o Eco Roteirização, o motorista pode fazer diretamente no MyTracking um sequenciamento rápido a qualquer momento durante o trajeto. Se o sistema detectar que existe uma melhoria e economia, irá informar e reordenar as entregas pendentes, reduzindo o tempo de percurso, distância e consequentemente reduzindo a emissão de carbono. Também há o Lançamento de Despesas na Rota, no qual, diretamente no app, o motorista/entregador pode realizar inputs de despesas durante a rota, como uma despesa extra de alimentação, estadia, combustível ou manutenção do veículo, capturando o comprovante e indexando isso tudo à rota. As informações ficam disponíveis no portal e podem ser acessadas pela gestão, inclusive para integrarem um fluxo de aprovação.

Quer se manter atualizado em logística e supply chain?
Clique aqui e saiba mais!

 

Veja também: