Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

“A FreteBras vai liderar essas mudanças”, diz diretor da FretePago sobre tendências de tecnologia e segurança

 

Publicado em 20/12/2021

Em entrevista para a MundoLogística, Thiago Chueiri comentou sobre o momento de “fintechirização” do mercado de transporte de cargas e as perspectivas para 2022


Foto: Divulgação

A última edição do Prêmio BBM Projeto de Logística 2021 foi marcada por um borbulhar de tecnologia, inovação e criatividade. Isso ficou explícito na apresentação de cases nas mais variadas áreas, mostrando que os atores da cadeia de suprimentos têm se esforçado para tornar a logística brasileira mais eficiente e segura.

Um dos destaques no Prêmio BBM foi a FreteBras, uma das vencedoras na categoria Inovação. Para falar sobre isso, a MundoLogística conversou com Thiago Chueiri, ex-diretor de Negócios do PayPal e mais novo diretor da fintech FretePago, do grupo Frete.com.

Ele comentou sobre o momento de “fintechirização” do mercado de transporte de cargas, as perspectivas para 2022 e como ele vê o setor evoluindo em termos de tecnologia e segurança. Confira abaixo!


MUNDOLOGÍSTICA: você chega ao Frete.com depois de uma jornada de quase dez anos à frente da área de negócios da PayPal, uma das maiores do mundo em pagamentos digitais. Você acha que o setor de transporte no Brasil está preparado para esse movimento de “fintechirização”?

THIAGO CHUEIRI: Estou extremamente feliz porque tenho a oportunidade de trazer o conhecimento adquirido nestes anos de PayPal para um setor que está em pleno momento de digitalização. No Brasil, os pagamentos de fretes rodoviários superam os R$ 360 bilhões anuais e ainda existe muita informalidade. Acredito que a movimentação para os pagamentos digitais é uma necessidade, pois traz em si mais segurança e eficiência, tanto para quem paga quanto para quem recebe. O que vimos este ano é que o apetite por soluções inovadoras que estejam alinhadas às necessidades do setor é muito grande. 

MUNDOLOGÍSTICA: Foi por isso que vocês decidiram criar a conta digital?

THIAGO CHUEIRI: Foi um dos motivos. Nós também vimos o tremendo impacto que a pandemia tem causado no fluxo de caixa das transportadoras e as soluções de crédito tradicionais simplesmente não atendem ao setor. Era preciso criar uma oferta que estivesse de acordo com a realidade, principalmente, das pequenas e médias transportadoras. Quando criamos a conta da FreteBras já sabíamos que a oferta principal seria uma linha de crédito para capital de giro, porque vimos que os embarcadores ampliaram seus prazos de pagamento, às vezes em até 120 dias, enquanto que os compromissos das transportadoras são quase que imediatos, pois precisam adiantar a parcela do frete referente aos custos de viagem para o caminhoneiro autônomo. Em menos de um ano, já emprestamos mais de R$ 50 milhões e em 2022, vamos multiplicar por 15 essa disponibilidade.

MUNDOLOGÍSTICA: Quais as vantagens da conta da FreteBras em comparação com outras formas de pagamento, para o setor de transporte de cargas rodoviárias?

THIAGO CHUEIRI: O nosso setor ainda é muito informal quanto aos pagamentos. Ainda existe muita carta frete, por exemplo. Além disso, a insegurança e a desconfiança são grandes. O mercado precisava de uma solução que estivesse intrinsecamente ligada às suas necessidades. Na FreteBras nós conhecemos o caminhoneiro, temos mais de 630 mil cadastrados, e conhecemos a movimentação de cargas das transportadoras. São mais de 8 milhões de fretes publicados somente em 2021, cobrindo 95% do território nacional. Essa capilaridade e profundo conhecimento das duas pontas do setor nos permitiram estruturar uma conta que fosse simples de usar, segura, customizada para o segmento de transportes e com taxas acessíveis onde elas podem ser aplicadas. Não pensamos como banco tradicional, pensamos primeiro na nossa missão, que é tornar o transporte rodoviário de cargas mais seguro e eficiente. A remuneração sobre os serviços vem depois e é associada à geração de valor em eficiência e simplificação da rotina dos nossos clientes. 

MUNDOLOGÍSTICA: Como funciona a conta digital?

THIAGO CHUEIRI: Tanto transportadora como caminhoneiro podem abrir a conta gratuitamente, mas o produto é customizado à necessidade de cada ponta desse setor. O caminhoneiro recebe seu cartão em casa ou pode retirá-lo em postos de coleta. Por ser bandeira VISA, ele é aceito em qualquer lugar do país para os mais diversos gastos e, ainda, tem 3% de cashback permanente que pode ser maior em algumas campanhas. O caminhoneiro pode, também, emitir cartões-filhote para esposa e filhos. Como ele fica dias longe de casa, essa solução auxilia bastante na rotina das famílias. Ao escolher receber o frete através da nossa conta digital, ele tem acesso ao Saldo Garantido, onde nós protegemos o caminhoneiro contra calotes, o que significa que eliminamos do mercado este risco. Já para a transportadora, ao pagar o caminhoneiro através da nossa conta, existe a certeza de que quem está recebendo do outro lado é um motorista verificado, de confiança e com histórico com a FreteBras. Além disso, quanto mais transações forem feitas, melhor o credit score. As operações de capital de giro se tornam mais baratas, porque passamos a conhecer mais o perfil da transportadora e podemos calcular melhor os riscos de inadimplência. No futuro, vamos oferecer ainda mais serviços ligados à conta.

MUNDOLOGÍSTICA: Qual a sua visão para 2022, podemos esperar avanços nos pagamentos digitais no transporte rodoviário de cargas?

THIAGO CHUEIRI: Com certeza! O nosso setor está apenas começando a sua jornada de digitalização. Com certeza veremos mais serviços, como os créditos pessoais para caminhoneiros que, por serem autônomos, não tem um bom credit score nos bancos tradicionais. Vamos ver soluções de seguros e, possivelmente, até operações de investimento. A FreteBras, com certeza, vai liderar essas mudanças, porque queremos empoderar o caminhoneiro a ter mais controle sobre as suas finanças e flexibilidade para usar seus recebíveis da maneira que lhe garanta mais benefícios. Do lado da transportadora, iremos expandir os investimentos para que elas possam crescer com sustentabilidade, mesmo com todas as adversidades.

MUNDOLOGÍSTICA: O que significa para você chegar no Frete.com e já receber o prêmio BBM na categoria Inovação?

THIAGO CHUEIRI: A conta digital FreteBras, a FretePago, é o resultado do trabalho de um grande time focado em criar os melhores serviços financeiros para o setor de transportes. O prêmio é deles, eles são os grandes responsáveis pela inovação. O prêmio BBM é um grande atestado de que estamos no caminho certo. Este reconhecimento do mercado serve de combustível pra gente continuar buscando soluções que resolvam problemas latentes no nosso setor. Pessoalmente, fico com um sentimento de grande responsabilidade em continuar entregando excelência aos nossos clientes e parceiros.

Quer se manter atualizado em logística e supply chain?
Clique aqui e saiba mais!

 

Veja também: