Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

85% dos caminhoneiros querem assistência em caso de acidente, revela pesquisa

 

Publicado em 29/09/2021

Como principais indicações, entrevistados apontaram recursos como reboque, transporte alternativo, hospedagem, pernoite e desconto em hotéis e restaurantes


Foto: Unsplash

Uma pesquisa realizada com os caminhoneiros usuários do cartão Repom apontou que 85% deles gostariam de receber assistência em caso de acidente nas estradas. Entre as mulheres, o índice sobe para 93%, enquanto o percentual entre os homens é de 78%. Ao todo, foram entrevistados mais de 340 usuários do cartão Repom – marca que pertence à Edenred Brasil, especialista em soluções de gestão e pagamento de despesas para o mercado de transporte rodoviário de carga.

Quando questionados a respeito do tipo de assistência que gostariam de receber, as principais indicações foram reboque, transporte alternativo, hospedagem, pernoite e desconto em hotéis e restaurantes.

Segundo a diretora de benefício aos caminhoneiros da Repom, Andrea Beatrix, a pesquisa teve como objetivo identificar as necessidades dos motoristas.

“Os trabalhadores da estrada passam por situações de vulnerabilidade durante as longas viagens, como a idade avançada e a precariedade das frotas de caminhões que rodam pelo país. É muito importante que estejamos atentos às necessidades desses motoristas durante as jornadas de trabalho e para que possam contar, além de infraestrutura, com serviços de assistência e de apoio para emergências, independentemente da localização em que estejam.” – Andrea Beatrix.

Os dados obtidos no levantamento também apontaram que 75% das mulheres gostariam de ter fácil acesso a sistemas de hospedagem e pernoite em caso de acidente. “Percebemos que existe, por parte das caminhoneiras, uma maior preocupação em relação a um local de estadia em caso de uma situação emergencial”, completa Beatrix. Entre os homens, o percentual foi de 50%.

Em relação às demais assistências, 60% dos caminhoneiros gostariam de ter acesso a um serviço de reboque e 42% disseram querer ter um transporte alternativo disponível. No caso das mulheres, os índices registrados para as duas opções são de 78% e 77%, respectivamente.

SAÚDE CAMINHONEIRO

Como forma de fazer frente às necessidades da categoria, a Repom oferece a solução Saúde Caminhoneiro, serviço de saúde da marca em parceria com a VidaClass cujo foco é atender os motoristas e seus familiares em todo o país. Por meio da solução, os usuários dispõem de assistência para socorro mecânico em situações emergenciais, com necessidade de reboque, transporte e pernoite.

 

Veja também: