Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

BBM Logística amplia investimentos na Torre de Controle da Opentech

 

Publicado em 06/09/2021

De acordo com executivo da BBM, a parceria é estratégica, pois aumenta a governança dos processos de gerenciamento de risco e elimina a chance de falhas humanas


Foto: Divulgação BBM Logística

Com base nos resultados obtidos com o sistema Opentech de gestão de risco, a BBM Logística decidiu multiplicar a estrutura da própria torre de controle. Com isso, a operadora logística reforça os conceitos de crescimento sustentável, logística eficiente e práticas de segurança para entrega dos produtos na qualidade e no prazo combinados com os clientes.

“Com o pacote de monitoramento logístico da Opentech, integramos cinco empresas com operações e culturas distintas em pouco menos de seis meses, o que é raro no mercado. Normalmente, as empresas que fazem esse tipo de movimento mantêm estruturas segmentadas por longos períodos, o que prejudica a captura de sinergias”, diz Leonardo Benitez, diretor de Ativos e Riscos na BBM Logística. A empresa, que faturou R$ 1 bilhão no ano passado, cresceu 44% em receita bruta no primeiro semestre de 2021 e assinou acordos para duas novas aquisições.

Entre os atrativos das soluções da Opentech, Benitez destaca a tecnologia diferenciada, atrelada a processos robustos e profissionais experientes.

“Todos os processos são digitalizados e o software proprietário aumenta muito a segurança da operação. Outro ponto importante é o uso de inteligência sistêmica, por meio de workflows sensíveis aos contextos das viagens com segregação de não conformidades por escore de risco. Isso agiliza a identificação de possíveis sinistros e eleva o nível de proteção contra roubos de cargas.” – Leonardo Benitez, diretor de Ativos e Riscos na BBM Logística.

Benitez reforça que a Torre de Controle em parceria com a Opentech é estratégica, pois aumenta a governança dos processos de gerenciamento de risco e elimina a chance de falhas humanas. “Com isso, garantimos que as boas práticas sejam cumpridas e que nossos clientes tenham seus produtos transportados até o destino com qualidade e menos riscos de roubos e acidentes”, complementa.

Diego Gonçalves, CEO da Opentech, destaca que a empresa investe constantemente em inovação, integrando o gerenciamento de risco e a logística de forma inteligente, aumentando a segurança e a eficiência dos processos. “O custo logístico no Brasil é muito maior que em países de primeiro mundo e nosso papel como gerenciadora de risco que fornece tecnologia é reduzir sinistralidade e aumentar a eficiência das frotas e das operações.”

A Opentech deve fechar o ano com crescimento de 20%, com foco nos segmentos em que é especialistas, como grandes transportadores, operadores logísticos, alimentícios e frigorificados e fármacos.

 

Veja também: