Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Logistica do Futuro 2022

BBM Logística registra receita bruta de R$ 422,7 milhões no primeiro trimestre de 2022

 

Publicado em 17/05/2022

Operações relacionadas a E-commerce e Internacionais foram destaque no período, com alta de 33% e 27%, respectivamente, de janeiro a março deste ano; no e-commerce, foram 3,3 milhões de pedidos entregues

Por Christian Presa, com informações de Assessoria de Imprensa


Foto: Divulgação

A BBM Logística, anunciou nesta terça-feira (17) os resultados do 1º trimestre do ano de 2022. Entre janeiro e março, a companhia alcançou receita bruta de R$ 422,7 milhões, uma alta de 19,7% em relação ao mesmo período de 2021. De acordo com a BBM, esse foi o melhor desempenho em um primeiro trimestre da história da companhia.

Entre as áreas que mais avançaram, um destaque para o E-commerce, que registrou crescimento de 33% – com 3,3 milhões de pedidos entregues –, e as atividades de Internacional, com alta de 247% nos primeiros três meses do ano. Outros pontos altos foram os setores de Contratos Dedicados (DCCs) florestais, que tiveram alta de 26%, e os industriais, com crescimento de 25%.

Diante do cenário tenso para os operadores – marcado pela inflação e o aumento constante do diesel –, o comunicado da BBM à imprensa destaca que a companhia se dedicou a recompor preços junto aos clientes (alcançando 90% da base da carteira) e em iniciativas para aumentar eficiência operacional e reduzir custos.

“O foco foi recompormos margens, corrigindo preços e buscando iniciativas para aumentar a eficiência operacional e reduzir custos. Os impactos positivos nos resultados começaram a ser registrados principalmente a partir do final do trimestre, mas há boas expectativas de reflexos mais relevantes ao longo dos próximos meses.” – André Prado, CEO da BBM Logística.

CONTRATOS E ACORDOS COMERCIAIS

Os resultados do primeiro trimestre deste ano foram impactos pelos contratos de parceria fechados pela BMM para produtos estratégicos nas operações de Carga Lotação (FTL)/Intermodal, Rodoviário Internacional, Cargas Fracionadas (LTL) e E-commerce.

A divisão de Contratos Dedicados Florestal e Agro (DCC F&A) fechou dois acordos com a maior produtora e exportadora de papéis do país – um deles para transporte rodoviário e florestal de toras de madeira das áreas florestais e pátios externos para as fábricas e clientes e o outro para carregamento de madeira e apoio ao transporte florestal.

Com prazos de vigência de seis anos e possibilidade de renovação, esses dois contratos envolverão uma movimentação mensal acima de 400 mil toneladas – de acordo com os preços atuais, a operação gerará uma receita próxima de R$ 1 bilhão no período. Somente a operação de transporte de longas distâncias representa o maior contrato assinado na história do grupo BBM.

Ainda na área de DCC F&A, a companhia finalizou a renovação da frota em Butiá, Operação Florestal no Rio Grande do Sul, que deverá trazer maior eficiência operacional e menor custos para os próximos períodos.

Nos Contratos Dedicados Indústria (DCC Industry), vale ressaltar a expansão das operações de gases em São Luís (MA), que se soma à unidade de Imperatriz no estado, como parte da estratégia de ampliação de negócios no Nordeste. Também entraram em operação em Paulínia (SP) mais 15 cavalos mecânicos 6x2 para atendimento ao segmento químico.

No segmento de Gestão de Transportes (TM), a atividade de Cargas Fracionadas (LTL) registrou em março o maior faturamento da história. A receita líquida do segmento totalizou R$ 225,2 milhões, alta de 11,8% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

AQUISIÇÕES E EMISSÃO DE DEBÊNTURES

As aquisições também permanecem como parte da estratégia da companhia para expandir as atividades. Nos últimos anos, a BBM adquiriu empresas de altíssima reputação como Transeich (2018), Translovato (2019), Translag (2020) e Diálogo (2020).

“Mais de 30 empresas foram analisadas ao longo do 1º trimestre de 2022, com foco em oportunidades que permitam ampliar nosso leque de soluções aos clientes”, explica André Prado. “Continuamos avaliando potenciais aquisições que complementem o portfólio de serviços e a abrangência geográfica, bem como acompanhando o desenvolvimento do setor para definir o melhor momento de concretizar novos negócios.”

Ontem (16), a BBM realizou a primeira integralização da 3ª emissão de debêntures no montante de até R$ 200 milhões.

 

Veja também: