Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Braxcel Celulose projeta fábrica de R$ 4,1 bi em Tocantins

 

Publicado em 26/03/2012

No sul do Tocantins, a cerca de 300 quilômetros da capital Palmas, deverá ser erguida uma fábrica de celulose que marcará a entrada de uma nova empresa no mercado brasileiro. Com investimento de 4,1 bilhões de reais na parte industrial, a Braxcel Celulose prevê iniciar operações em 2018.

Tocantins não é industrializado, mas conta com a ferrovia Norte-Sul, sob concessão da Vale, que permitirá o escoamento de 1,5 milhão de toneladas do insumo. A empresa, contudo, pedirá licença para uma fábrica de 3 milhões de toneladas anuais, volume que deve ser alcançado por volta de 2023.

Por enquanto, a Braxcel é uma empresa integralmente do Grupo GMR - que atua ainda no setor imobiliário e é um dos sócios da CPFL Renováveis. Está prevista a entrada de um acionista, possivelmente asiático, quando sair a licença prévia do empreendimento, esperada para entre junho e agosto.

O parceiro estrangeiro deverá ficar com cerca de 75% do capital da Braxcel. Minoritário, o Grupo GMR será responsável por todos os ativos florestais necessários.

O local onde será construída a fábrica da Braxcel, em Peixe, está a cerca de 45 quilômetros da ferrovia Norte-Sul, que atravessa Goiás, Tocantins e Maranhão. A ideia é que seja construído um ramal ferroviário entre a fábrica e a ferrovia.

O escoamento da produção seria por meio do Porto de Itaqui (MA) ou por um terminal privado no mesmo Estado.

 

Fonte: Reuters

 

Veja também: