Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

BTP adota sistema pioneiro em terminal de contêineres

 

Publicado em 14/06/2021

Com a conclusão da implementação, a empresa torna-se o primeiro terminal de contêineres no Porto de Santos a utilizar o sistema OPUS

 

De forma pioneira no Porto de Santos, a Brasil Terminal Portuário (BTP) acaba de completar com sucesso, neste último fim de semana, a migração do seu atual TOS (Terminal Operating System) para um novo sistema operacional, o Software OPUS - da fabricante sul-coreana Cyberlogitec. Com investimento total de US$3 milhões, o mais recente sistema chega para otimizar e modernizar as operações do terminal, preparando-o também para o crescimento futuro. No total, foram 18 meses desde o início do projeto, até a sua implementação total, que contou com o apoio de empresas como Consuldata e T2S.

O novo sistema operacional reúne o que há de mais moderno no mundo em termos de recursos e soluções tecnológicas para a operação de um terminal de contêineres. O OPUS permite, por meio do uso de algoritmos, um planejamento de cais e pátio ainda mais eficientes, visto que elimina movimentos desnecessários e otimiza o uso de equipamentos. Além disso, a nova tecnologia oferece importantes ganhos em performance operacional, possibilitando integração entre sistemas, maior controle das operações e adaptações e preparo de ambiente a automatizações futuras.

 

“Na BTP, somos guiados pelos mais altos padrões de excelência operacional, primando antes de tudo pela garantia da segurança nas operações e pelo alto nível de atendimento aos clientes. Hoje, demos um grande passo rumo a um aumento gradual e significativo de eficiência, produtividade e segurança, alinhando nossas operações às práticas tecnológicas mais atuais do mercado mundial.” - Márcio Guiot, diretor de Operações.

 

Luiz Roberto Pereira, gerente de Planejamento Operacional, conta que a implementação do novo sistema operacional representa um grande marco para a empresa. 

 

“Com o OPUS, conseguiremos aprimorar ainda mais nossa capacidade de gestão de pátio e planejamento de operação de navios, garantindo agilidade no atendimento aos clientes e também mais segurança na transação de informações”.

 

Já para a gerente de TI da BTP, Fabiana Alencar, a implementação do OPUS abre espaço para novas possibilidades e prepara a BTP para as mudanças tecnológicas do futuro.

 
“O OPUS, além de inúmeros ganhos em eficiência e produtividade, nos traz também uma série de funcionalidades tecnológicas que vão nos permitir, desde já, estarmos prontos para a consolidação da maturidade digital que estamos trabalhando, bem como para as novidades futuras como automatizações, IOT e tecnologia 5G”.

 

A implementação do novo sistema operacional faz parte dos planos da empresa em continuar investindo no Porto de Santos. Recentemente, a BTP protocolou, junto ao governo, o pedido de renovação antecipada de seu contrato de arrendamento no Porto de Santos, com compromisso de investimentos na ordem de R$1,3 bilhão previstos para os próximos 20 anos de extensão. 

 

Veja também: