Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

C&A adota tecnologia da Manhattan Associates e dobra número de entregas expressas

 

Publicado em 06/04/2022

Novo sistema de gerenciamento de armazém capaz de unificar todos os aspectos da distribuição possibilitou taxa de 98% de pedidos entregues dentro do prazo

Por Redação


Foto: Divulgação

A C&A dobrou as entregas concluídas no mesmo dia e no dia seguinte durante a alta temporada de vendas em 2021, em comparação com o mesmo período de 2020. A empresa implementou o sistema de gerenciamento de armazém Manhattan Active Warehouse Management nos centros de distribuição de comércio eletrônico e varejo no Brasil. A implementação foi concluída em menos de oito meses, com início da operação bem a tempo da Black Friday.

A tecnologia proporcionou uma alta temporada quase perfeita para a C&A, com zero problemas de desempenho e uma taxa de 98% de entregas dentro do prazo. Depois de experimentar um crescimento de 300% nos pedidos online em 2020, a C&A selecionou a solução de Manhattan Associates, líder mundial em soluções para cadeia de suprimentos, para atender ao aumento da demanda e agilizar a distribuição.

O Manhattan Active Warehouse Management é o primeiro sistema de gerenciamento de armazém de classe empresarial nativo da nuvem do mundo capaz de unificar todos os aspectos da distribuição sem nunca precisar de atualização. Criada inteiramente a partir de microsserviços, a solução inaugura um novo nível de velocidade, adaptabilidade e facilidade de uso da cadeia de suprimentos.

“Nosso sistema anterior não integrava com novas tecnologias de automação e nosso centro de distribuição de comércio eletrônico dependia dessa solução para avançarmos com as metas de melhoria de serviço no atendimento. Com o Manhattan Active WM, conseguimos garantir a escalabilidade, integração, produtividade e suporte necessários para atender ao nosso plano estratégico e, ao crescente volume de vendas digitais.” – Marcel Modesto, Gerente Sênior de Logística da C&A.

Já o diretor de Vendas e CS da Manhattan Associates Brasil, Marco Beczkowski, explica que os efeitos do consumidor conectado e os impactos de uma economia de atendimento rápido mudaram significativamente o cenário do Supply Chain na última década.

“As empresas do varejo precisam de ferramentas de execução unificada que combinem toda demanda, fornecimento, mão de obra, organização do estoque e automação em um instrumento de precisão, em todas as instalações da rede, independentemente do tamanho físico, velocidade ou volume. Estamos muito satisfeitos em ouvir os resultados recordes da C&A e orgulhosos por ter ajudado a companhia a suportar um aumento de 300% no volume da alta temporada, apenas quatro semanas após o início da operação.” – Marco Beczkowski, diretor de Vendas e CS da Manhattan Associates Brasil.

 

Artigo(s) publicado(s) na revista e relacionado(s)


 

Automação física e lógica no armazém do futuro
A revolução silenciosa na cadeia de suprimentos

 

 

Veja também: