Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Centro de Distribuição da Case New Holland e Iveco recebe certificação Green Building

 

Publicado em 04/05/2012

 

O Centro de Distribuição de Peças da Case New Holland e da Iveco, em Sorocaba (SP), acaba de receber a certificação LEED Gold, concedida pelo United States Green Building Council (USGBC), uma organização sem fins lucrativos comprometida com o futuro sustentável por meio do desenvolvimento de edifícios alta eficiência energética e ambiental. Este é o primeiro Centro de Distribuição na América Latina do setor de autopeças a conquistar este importante certificado ambiental. 

“Desde o início, CNH e Iveco planejaram o Centro de Distribuição com o conceito Green Building, pois acreditam na eficiência dos processos e nas práticas sustentáveis adotadas pela organização. O objetivo da Fiat Industrial com esse empreendimento foi adotar tecnologias verdes durante todo o projeto, desde o local de construção até os materiais utilizados, sempre pensando no mínimo impacto para o meio ambiente e para a comunidade local, e em um ambiente agradável aos colaboradores”, afirma Pierre Fleck, presidente mundial de CNH e Iveco Parts & Services. 

O processo com o Green Building Council iniciou-se em 2008, com a aprovação do projeto de construção do Centro de Distribuição no conceito de edifício verde. Ao longo dos anos, as empresas da Fiat Industrial desenvolveram e atenderam, por meio de práticas sustentáveis, o cumprimento dos requisitos para receber a certificação. Atualmente, 477 projetos brasileiros são registrados no USGBC e 44 conquistaram o selo LEED, que tem diferentes níveis como o Certified, Silver, Gold e Platinum. 

Para conquistar a certificação, o projeto do Centro de Distribuição foi baseado em cinco pilares do Green Building Council: planejamento do local (concepção, construção e operação de edificações e espaços construídos), gerenciamento do consumo de água, de energia, uso correto de materiais e qualidade do ambiente de trabalho. 

O desenvolvimento do edifício foi realizado seguindo as exigências e orientações para gerar o mínimo impacto para a comunidade local e para o meio ambiente. Para isso, foram implantados projetos específicos de paisagismo e jardinagem em todo Centro. A ampla área verde permite a absorção de água pelo solo, evitando o assoreamento de mananciais, e muitas áreas de sombra. 

Além disso, o edifício deve cumprir requisitos em relação à eficiência no consumo de água. Por isso foi construído um tanque de reutilização de água, com um sistema de captação e contenção da chuva, que passa a ser reaproveitada - 100% da água não utilizada para consumo é reutilizável e, no caso de chuvas torrenciais, o tanque atua com um controlador de vazão, evitando grandes enxurradas para o ribeirão que recebe as águas das chuvas. 

Outro ponto importante que o Centro de Distribuição de Peças da Case New Holland e da Iveco precisou seguir é o pilar de energia. Telhas metálicas na cor branca foram instaladas para propiciar alto grau de refletância solar (capacidade de refletir a luz solar para evitar o aquecimento do interior do ambiente). Estas telhas possuem recheio de lã de rocha que melhoram o conforto térmico tanto em dias de calor, quanto de frio. O telhado do Centro tem ainda 4% de sua área coberta por telhas translúcidas especiais, que permitem a entrada de luz, mas filtram a passagem do calor, economizando energia para iluminação. Outra forma de economia foi a utilização de iluminação natural nos escritórios, por meio de ampla área envidraçada. 

“Se compararmos aos edifícios semelhantes, o Centro de Distribuição da CNH e da Iveco tem consumo geral de água 30% menor em média, e o de energia é de quase 40%”, afirma José Roberto Manis, diretor de Operações de Peças da CNH América Latina. 

Devido ao rígido controle na utilização de materiais, mais de 53% de todos os materiais usados na construção tiveram conteúdo reciclado. “Este quesito foi muito importante e exigido pelo USGBC. Utilizamos diversos materiais, como, por exemplo, os pisos do escritório, fabricados com alto teor de matéria prima reciclada. Recebemos declarações de nossos fornecedores reiterando que um alto percentual da matéria prima comprada pela CNH e Iveco para o Centro era de material reciclado e reciclável”, Maurício Gouveia, diretor de pós-venda Iveco América Latina.

 


O projeto contou também com outras iniciativas sustentáveis, que visam incentivar os colaboradores das empresas a respeitarem o meio ambiente. Foi feita a instalação de um bicicletário, próximo aos vestiários com chuveiros, para o uso de transportes não poluentes. Além disso, veículos movidos por combustíveis de fontes renováveis, ou que transportem duas ou mais pessoas, têm direito a estacionamento privilegiado, também com o objetivo de incentivar ações voltadas para o meio ambiente. 

Tudo isso colaborou para que o Centro de Distribuição de Peças da CNH e da Iveco conquistasse o primeiro certificado Green Building da América Latina no segmento de auto-peças mecânicas

 

 

Veja também: