Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Dell expande produção com montagem de novo centro de distribuição

 

Publicado em 07/03/2012

A Dell anunciou nesta terça-feira, 6, a construção do Centro de Consolidação de Ordens, em Hortolândia, no interior de São Paulo, que deve entrar em operação até maio deste ano. O centro visa melhorar o atendimento aos pedidos dos clientes por meio de portfólio mais amplo e níveis mais eficientes de produção. A empresa não informa o valor do investimento nem o número de empregos diretos que serão gerados com o empreendimento.

Localizado próximo à fábrica da Dell, em Hortolândia, que atualmente atende desde consumidores individuais até grandes corporações, no Brasil e na Argentina, o novo centro terá uma área de 10 mil metros quadrados e será utilizado para sequenciar e consolidar pedidos de PCs, servidores, monitores, impressoras e sistemas de armazenamento (storages) que chegam da fábrica por meio de um sistema de esteira transportadora. Vários serviços de integração exigidos pelo cliente para a personalização de hardware pela Dell também serão executados no centro antes da entrega final.

De acordo com a empresa, o novo centro também permitirá que entregue os produtos aos clientes de forma mais rápida, além de diminuir as emissões de dióxido de carbono (CO2) ao eliminar o transporte terrestre entre a fábrica e o centro de distribuição externo. Atualmente, os pedidos chegam separados e o prazo de entrega é de nove dias. “Com o centro, os clientes receberão nossos produtos e soluções de forma mais eficiente e otimizada, em função das mudanças que estamos fazendo em nossa cadeia de fornecimento”, disse Jeff Clarke, vice-presidente do conselho e presidente de operações globais e soluções de computação para usuário final. Outra vantagem, segundo ele, é que os equipamentos poderão sair de fábrica com software pré-instalado.

A fábrica da Dell e o Centro de Consolidação de Ordens estão muito próximos da maioria dos clientes concentrados na região sudeste, bem como do aeroporto de cargas de Viracopos e do sistema rodoviário, o que facilita o uso da rede de transporte e logística do país.

 

Veja também: