Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Dia da Mulher: Amazon Brasil aumenta e potencializa presença de funcionárias

 

Publicado em 11/03/2022

Atualmente, 46,5% das mulheres estão em posições de liderança nas Amazon Varejo; empresa também aderiu a premissas do Pacto Global das Nações Unidas e da ONU Mulheres

Por Redação


Foto: Divulgação

De acordo com pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ainda há um longo caminho a percorrer para continuar promovendo iniciativas que reduzam a desigualdade de gênero nas oportunidades profissionais. As mulheres do Brasil ganham 19% menos que os homens. Nas lideranças, essa diferença é ainda maior, chegando a 30%.

Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), a participação de mulheres no mercado de trabalho chegou a somente 45,8% no terceiro trimestre de 2020, o nível mais baixo desde 1990. Nesse contexto, a Amazon trabalha para oferecer as mesmas oportunidades para todos os associados: 46,5% das mulheres estão em posições de liderança nas Amazon Varejo. O número de mulheres em posições de liderança é de 37,4%, de acordo com o IBGE.

No Brasil, a empresa trabalha para alcançar equidade na representação das mulheres nos centros de distribuição e estações de entrega. No CD de Cabo de Santo Agostinho (PE), 55% da equipe é feminina, enquanto em Nova Santa Rita (RS), 63% do pessoal é composto por mulheres.

“Não enfrentei barreiras internas porque sou mulher. Sempre me respeitaram e pude mostrar meu bom desempenho para crescer na minha carreira e ser promovida.” – Ana Bueno, líder do centro de distribuição de Nova Santa Rita, a primeira mulher que ocupa esse cargo no país.

Segundo Davinna Ayla, associada na emissão de notas, uma das maiores vantagens que encontrou ao trabalhar na Amazon é perceber que a empresa é ativamente inclusiva e mostra que se preocupa com a força da diversidade interna. “É incrível trabalhar em um ambiente que trabalha por igualdade e respeito o tempo todo. O fato de eu ser uma mulher trans não afetou em nenhum momento minha promoção e capacidade de poder mostrar meu potencial, por exemplo”, ressalta. 

CAPACITAÇÃO DE TALENTOS FEMININOS

Esse sentimento entre os colaboradores é possível porque a Amazon oferece seus programas de capacitação de talentos femininos, redes de apoio e treinamentos para acelerar seu desenvolvimento dentro da empresa, por exemplo: 

  • Women@Amazon, maior rede de funcionárias do mundo, é um grupo que oferece apoio profissional, além de uma comunidade para desenvolver, reter e promover mais mulheres na empresa, com ações como o “Talks with Women from A to Z”, em que mulheres gestoras e líderes, além de especialistas convidados, compartilham conhecimento, melhores práticas e conselhos para acelerar o desenvolvimento dos participantes.
  • Ascend: Women in Leadership, uma iniciativa internacional de seis meses para impulsionar a liderança feminina, por meio de mentorias e recursos de aprendizagem em grupo.


Além das oportunidades de emprego e do crescimento interno que gera, a Amazon contribui para as comunidades locais e outras entidades que promovem a igualdade de gênero nos negócios e na sociedade. Em 2021, a empresa concedeu R$ 5 milhões ao Fundo de Resiliência para Mulheres na Cadeia global de Valor, que investe na saúde, bem-estar e resiliência econômica de longo prazo das mulheres em todo o mundo, que estão fundamentadas no mercado de trabalho.

Neste 2022, a Amazon em todo o mundo e no Brasil se une ao Dia Internacional da Mulher #BreakTheBias ou #QuebrandoPreconceitos, que incentiva todos a desenvolver uma maior compreensão sobre o viés de gênero, estar mais conscientes de sua existência e saber como quebrá-la, pois, só assim podemos pensar em um mundo e nação mais igualitários.

 

Veja também: