ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
Transfolha - Natal

 

Categorias

 

Point Sistemas

 

Tegma

 


 Evento Operações Logísticas Inovadoras

 

Intermodal

 



Diretor de Desenvolvimento da GLP Brasil fala sobre varejo, e-commerce e o impacto no mercado de galpões

Publicado em 04/09/2019

Entrevista com Ricardo Antoneli, Diretor de Desenvolvimento da GLP Brasil

 

Nesta entrevista, Ricardo Antoneli, Diretor de Desenvolvimento da GLP Brasil fala sobre como o e-commerce tem impactado as operações e a busca galpões logísticos no Brasil. Ricardo comenta também sobre as mudanças percebidas nos últimos anos e a expectativa o segundo semestre de 2019.

MundoLogística: Como a nova realidade do varejo impacta o mercado de galpões logísticos no Brasil? 

Ricardo Antoneli: Com o crescimento das vendas online, o varejo tem se transformado e se modernizado no Brasil nos últimos anos, acompanhando, mesmo que em um ritmo próprio, a tendência mundial. Esse fenômeno é movido, principalmente, pelo novo perfil do consumidor brasileiro, cada vez mais familiarizado com as plataformas digitais e mais exigente quanto à velocidade das entregas.

No que diz respeito às operações logísticas, o varejo online tem se dedicado a atender essas expectativas por meio de centros de distribuição mais modernos, eficientes, estrategicamente localizados e que permitam a movimentação mais ágil dos produtos, além da utilização de tecnologias para reduzir custos, melhorando resultados.

Considerando as necessidades específicas do público que compra pela internet, o setor de e-commerce tem sido o principal responsável pelo crescimento na demanda por galpões logísticos mais eficientes, junto com o setor farmacêutico. Somente nos últimos três anos, a presença de operações de e-commerce no portfólio da GLP já cresceu 53%. Hoje, o setor representa 36% da nossa área locada.

Quais os grandes impulsionadores dessas mudanças?

O e-commerce é hoje um dos setores mais promissores da economia brasileira, com uma projeção de crescimento de 16% até o fim de 2019, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABbcomm). 

A satisfação do consumidor final no e-commerce está diretamente ligada à agilidade das entregas, e o valor cobrado pelo frete é apontado em diversas pesquisas de opinião como um dos principais fatores que levam consumidores virtuais a ainda desistirem da compra. 

Como a GLP está posicionada para atender essas novas exigências e transformações?

A GLP tem 92% dos empreendimentos localizados estrategicamente São Paulo e Rio de Janeiro, às margens das principais rodovias de acesso às duas cidades. Temos buscado posicionar nossos empreendimentos em um raio de até 30 km das áreas urbanas desses grandes centros consumidores, possibilitando aos nossos clientes a redução das distâncias percorridas e, consequentemente, de custos e tempo de transporte nas entregas ao consumidor final. 

E do ponto de vista de padrão construtivo, quais as principais mudanças que a GLP tem percebido nos últimos anos? E como a GLP tem se preparado?

Cada vez mais, as empresas têm buscado obter eficiência logística e redução de custos operacionais instalando seus centros de distribuição em empreendimentos modernos como os condomínios logísticos GLP. Atenta a essa demanda crescente e ainda a evolução dos padrões construtivos, sempre adotamos as mais modernas práticas disponíveis na atualidade, para atender as necessidades de empresas dos mais variados setores. 

Nesse sentido, nossos empreendimentos são planejados e construídos no padrão triple A, dentro de especificações das mais relevantes certificações construtivas existentes no mundo, como a LEED, que atestam não só a qualidade dos projetos como também a sustentabilidade, outra tendência atualmente. Dessa forma e sempre pensando em ganhos em eficiência e redução de custos, adotamos: 

- Pé-direito de 12 metros, que permite armazenagem em até sete alturas
- Cobertura em estrutura metálica e telha com isolamento termoacústico
- Lâmpadas LED que reduzem o consumo de energia
- Reuso de agua, louças e metais eficientes que reduzem o consumo de água
- Cobertura com dispositivos para iluminação e ventilação natural
- Sistema de combate a incêndio com sprinklers categoria J4
- Piso de concreto nivelado a laser com capacidade de até 6t/m², o que gera menos manutenção
- Espaçamento entre pilares adequado às estruturas porta paletes
- Mezanino construídos sob demanda para máximo aproveitamento da área de armazenagem
- Niveladoras de docas eletro-hidráulica

Para finalizar, quais são as expectativas da GLP para 2019, principalmente para este segundo semestre?

As expectativas são positivas, como comentei na pergunta anterior, temos visto uma busca crescente pelas empresas por mais eficiência logística. O mercado apontou um recorde histórico de absorção bruta no primeiro semestre e a taxa de vacância está em queda. 

Nossas locações de janeiro a junho cresceram 50% comparado ao mesmo período do ano passado. Vamos entregar esse ano 400.000 m² e esperamos iniciar cerca de 500.000 m² de novos desenvolvimentos no país nos próximos dois anos para atender à crescente demanda por galpões logísticos modernos e eficientes.

 

 

Veja também: