Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Divulgados os vencedores do Demo Day, desafio de logística urbana

 

Publicado em 17/03/2021

Além de prêmio em dinheiro, os três vencedores ganham mentoria em inovação para acelerar suas soluções

 

Com a proposta de maximizar a eficiência do abastecimento dos grandes centros urbanos, o Demo Day, o “Desafio Brasil-Reino Unido de Logística Urbana” proposto pela Embaixada Britânica, chega ao fim com a divulgação dos seus vencedores.

O desafio foi proposto pelo Consulado do Reino Unido, dentro do Programa Future Cities, apoiado por Banco Mundial e Prefeitura de São Paulo, com organização da Scambo Consultoria e Hackathon Brasil.
A iniciativa abriu espaço para soluções inovadoras para tornar a logística urbana mais sustentável, trazendo benefícios para a cidade. Com isso, também estimulou conexão entre os diferentes atores deste ecossistema, como empresas, startups, poder público e universidades. Finalmente, buscou soluções escaláveis, entendendo as oportunidades nos diversos centros urbanos do país quando o tema é abastecimento eficiente e sustentável.

 

O processo

Ao longo do processo de avaliação e seleção, que começou em dezembro de 2020 com a abertura das inscrições, foram organizadas quatro sessões de conteúdo sobre temas como: logística urbana; segurança de dados; big data analytics e planejamento urbano.

Nestas sessões, especialistas de mercado ajudaram as empresas inscritas a entender melhor o contexto dentro do qual os desafios foram colocados, entre eles: Fernando Magnoler, Total Express; Diogo Fardal, IFC; Hiago Kim, Deepcript; Mauricio Losada e Maria Lucia, CET SP; Hayde Svab, especialista data analytics USP.


O processo seguiu com mentoria coletiva com Richard, da Hackathon Brasil, que trouxe um convidado especial para auxiliar as empresas a construir seus vídeo-pitchs de 3min: Felipe Gasko, da duLOCAL, start-up de impacto e ganhadora do Planeta Start-up, na Band.

As empresas finalistas tiveram a oportunidade de sessões individuais de mentoria para mergulhar em temas por elas escolhidos, de forma a ajuda-las na preparação para o Demo Day e também captando insights para seus modelos de negócio. Nesta etapa, mais um grupo de especialistas trouxeram valor ao processo: Lino Marujo, UFRJ; Mauricio Losada, CET SP; Mich, Unlog; José Geraldo Vieira, UFSCar; Bianca Macedo, especialista mobilidade de Fortaleza; Vinicius Picanço, Insper; Alexandre Felix, CargoBR; Guilherme Portescheller, Souza Cruz.
O processo de avaliação foi composto por três etapas, incluindo questionário de avaliação, vídeo-pitch e avaliação da Banca no Demo Day. A banca foi composta por nove jurados de diferentes áreas de conhecimento, para garantir análises multi-disciplinares e amplas:

  • Mariana Batista, Consulado UK
  • Maria Inês Lippe, Banco Mundial
  • Maria Teresa Diniz, SMT Prefeitura de São Paulo
  • Diogo Bardal, IFC
  • Bernardo Adão, AMBEV
  • Patricia Bello, B2W
  • Fernando Magnoler, Total Express
  • Leise Oliveira, UFMG
  • Hiago Kim, Decript


Cada jurado precisou avaliar sete quesitos de cada empresa finalista: apresentação da solução, aderência ao desafio, inovação, esforço de implementação, escalabilidade, expansão e empresa.

As empresas finalistas foram:

 

  • Aquatera Incubator: plataforma de captação e uso de dados para análises espaciais para a cidade
  • Carbono Zero: entregas urbanas com uso de bicletas e veículos elétricos
  • Ecomilhas: programa de milhas urbanas para estímulo do transporte ativo e sustentável
  • Favela Brasil Express: solução de entrega last mile em comunidades
  • Motop: app com serviços para motociclistas, como localização de bolsões de estacionamento
  • Link V&L SP: plataforma logística para conectar produtores de verduras e legumes diretamente com clientes com uso de transporte sustentável
  • Trippec: patinete elétrico diferenciado para uso urbano
  • uBike: sistema de locação de bikes elétricas

 

O Demo Day

Durante o Demo Day, as oito empresas finalistas tiveram sessões de perguntas & respostas com a banca de avaliadores. A diversidade de soluções finalistas foi um ponto alto, deixando claro que os desafios – e as oportunidades – são muitos e há espaço para muita inovação.

Durante os debates com as empresas finalistas, diferentes aspectos foram tocados, como:

 

  • Impacto social: diminuição da desigualdade social por inclusão nos mercados de trabalho e de consumo
  • Sustentabilidade: estímulo a modos ativos de transporte, minimização de emissões e iniciativas de compensação e neutralização
  • Tecnologia: plataformas para conexão e para avaliação, blockchain, equipamentos sustentáveis


Finalmente, após apresentações e compilação das notas, foram anunciadas as três empresas ganhadoras, que terão sessão de mentoria em inovação com a Catapult Connected Places e premiação em dinheiro (1º lugar: £3.000; 2º lugar: £2.000; 3º lugar: £1.000) para uso na melhoria de suas soluções.

De um total possível de pontuação de 252 pontos, os ganhadores foram:


3º lugar, com 201 pontos: Motop

2º lugar, com 204 pontos: Carbono Zero

1º lugar, com 208 pontos: Favela Brasil Express

 

Ao final, trazendo inovação para o evento, todos os participantes – empresas, convidados, mentores, banca de jurados – puderam fazer networking de um jeito diferenciado, num ambiente virtual:

 

Veja também: