Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Logistica do Futuro - Virtual

Empresas de transportes pedem a suspensão temporária do pedágio

 

Publicado em 13/04/2020

A suspensão do pedágio por 90 dias deve beneficiar os caminhoneiros que têm enfrentando dificuldade para trabalhar durante a quarentena


Na tentativa de melhorar as condições dos caminhoneiros em atividade neste período de quarentena, iniciou-se um movimento que busca a suspensão do pedágio, em caráter excepcional, nas rodovias federais por 90 dias. A medida se aplicaria aos Transportadores Autônomos de Carga (TACs) e às Empresas de Transporte Rodoviário de Cargas (ETCs).
Foi enviada uma carta com a solicitação ao Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Participaram da mobilização, encabeçada pela FreteBras, maior plataforma on-line de transporte de cargas da América do Sul, mais de 500 empresas do setor, entre elas a Indiana Transportes, Loggi, Transportadora Risso, Rodoborges, Transportadora Mandacari, Mira Transportes e Transpanorama.


O pedido de suspensão do pedágio

De acordo com o texto enviado, as medidas devem contribuir para a redução de custos incorridos pelos transportadores, uma vez que o valor gasto com pedágio pode representar até 45% do valor do frete em determinadas rotas.

Nos últimos dias, o governo anunciou algumas medidas em prol da categoria, entre elas a suspensão de pontos de pesagem em rodovias federais e a prorrogação do vencimento do Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC). Entretanto, o documento ressalta que são necessárias mais ações para que os profissionais possam continuar nas estradas e garantir o abastecimento.

 

“Apesar das medidas que já foram tomadas, estamos vendo uma queda considerável na quantidade de motoristas disponíveis em função da pandemia de Covid-19. Sabemos que não está sendo um período fácil para quem trabalha nas estradas. Nosso objetivo é contribuir para que estes profissionais tão fundamentais possam voltar a circular, garantindo o abastecimento de mercadorias no Brasil.” - Bruno Hacad, Diretor de Operações da FreteBras.

 


Apoiando caminhoneiros

A Fretebras manifestou-se afirmando que seus colaboradores se voluntariaram, recentemente, para entregar marmitas e água aos caminhoneiros nos postos da Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas rodovias BR 050, em Catalão (GO), e Fernão Dias, em Atibaia (SP). A ação, que teve início na última quinta-feira, dia 2, tem como objetivo diminuir os transtornos que os motoristas têm enfrentado para encontrar postos servindo refeições nas estradas durante o período de quarentena. A Fretebras continuará com a ação às quintas-feiras, até o dia 23 de abril.

 

Ferramenta gratuita aos caminhoneiros durante a quarentena


Além disso, a empresa também desenvolveu um site colaborativo para auxiliar os profissionais a rodarem com previsibilidade em suas rotas. A ferramenta permite visualizar a situação dos postos por estado.
De forma gratuita, o caminhoneiro pode consultar os postos já mapeados, atualizar as informações de um estabelecimento ou incluir dados de um novo local que ainda não consta na plataforma. No total, já estão mapeados mais de 550 postos, em 24 estados brasileiros. A solução pode ser acessada por meio do link: pagina.fretebras.com.br/rededeapoio-caminhoneiro.

 

Veja também: