Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

GLP bate recorde na locação de galpões logísticos pelo 3º ano

 

Publicado em 31/01/2020

A locação de galpões logísticos respondeu a 488 mil m² em 2019. Neste ano é prevista a construção de mais 500 mil m²


A GLP, líder global em gestão de investimentos e negócios em logística, real estate, infraestrutura, finanças e tecnologias relacionadas, bateu, em 2019, o terceiro recorde seguido na locação de galpões logísticos.
Foram 488 mil metros quadrados locados, cerca de 14% a mais que a área locada em 2018, um novo recorde histórico no país.

Mauro Dias, presidente da GLP no Brasil, afirma que, além de um produto altamente eficiente, a empresa tem uma equipe comprometida em entregar as melhores soluções logísticas para seus clientes. 

 

“A localização estratégica e a qualidade técnica dos empreendimentos da GLP tornam nossas instalações a melhor opção para empresas que buscam otimizar seu sistema de amazenamento
e entregas.”


E-commerce foi o setor que mais locou

O setor que mais impulsionou o crescimento da GLP no Brasil foi o comércio eletrônico, que representou cerca de 50% das locações ao longo do ano. Nos últimos três anos, esse setor dobrou sua representação na ocupação do portfólio da empresa. Hoje, 40% do total de locações da GLP em todo o país são de clientes relacionados ao e-commerce. Em 2016 eram próximo de 20%.


Os investimentos em galpões logísticos

Em 2019, a GLP investiu aproximadamente R$ 500 milhões no Brasil, para a expansão do portfólio no Brasil e planeja investir o mesmo valor esse ano.

 

“Estamos com 280 mil m² de obras em andamento, sendo que 220 mil m² serão entregues em 2020 e 60 mil m² no primeiro trimestre de 2021.”

 

A empresa planeja iniciar cerca de 500 mil m² de novos desenvolvimentos ainda esse ano.

O portfólio da GLP no Brasil é de 5 milhões de m², dos quais 3,1 milhões de metros quadrados estão construídos e 1,9 milhão de metros quadrados está no pipeline de desenvolvimento da empresa. A taxa de locação do portfólio estabilizado é de 94%.

 

Veja também: