Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Grupo Emtel investe R$ 1,5 milhão em caminhões 100% elétricos

 

Publicado em 27/09/2021

De acordo com a empresa de prestação de serviços de logística, transporte de cargas e locação de frotas, a meta é disponibilizar os veículos para aluguel em todo o país


Foto: Divulgação

Com o intuito de acompanhar tendências globais de desenvolvimento sustentável, o Grupo Emtel, especializado na prestação de serviços de logística, transporte de cargas e locação de frotas, anunciou investimento de R$ 1,5 milhão em caminhões elétricos. De acordo com a empresa, o primeiro veículo – um JAC iEV1200, o primeiro caminhão 100% elétrico do país, fabricado pela chinesa JAC Motors – será incorporado à operação em outubro.

Outros três veículos elétricos foram encomendados ao fabricante e devem chegar à empresa em dezembro. Todos estarão disponíveis para aluguel em todo o país.

O CEO do Grupo Emtel, Luciano Miranda Chagas, ressalta que a expectativa é que, a médio e longo prazos, a frota da empresa disponha de mais veículos desse tipo.

“Temos que sair da inércia, dar o primeiro chute. É um caminho sem volta. A tendência é que, assim como outras tecnologias, os veículos elétricos se tornem cada vez mais acessíveis. Os clientes, preocupados com a sustentabilidade, já requisitam veículos elétricos para aluguel.” – Luciano Miranda Chagas, CEO do Grupo Emtel.

SUSTENTABILIDADE

O investimento da corporação faz parte das ações de sustentabilidade da Emtel, para colaborar com a redução da emissão de gases poluentes na atmosfera. De acordo com pesquisa da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (Abve), o mercado nacional de carros elétricos e híbridos deve crescer de 300% a 500% nos próximos cinco anos. Hoje, a frota é de 16 mil no Brasil.

A projeção mundial é mais otimista. Um relatório divulgado pela Bloomberg New Energy Finance (BNEF) estima que 56 milhões de veículos elétricos circularão até 2040. Hoje, são 2 milhões de carros desse tipo nas ruas de todo o mundo.

Além do custo mais elevado que o de um veículo movido a diesel, os caminhões elétricos impõem desafios. Um deles é a pouca oferta de postos de carregamento de energia nas rodovias. “Enquanto isso, estamos equipando a empresa com sistema de carregamento de energia elétrica”, destaca Ana Paula Miranda Pereira, engenheira ambiental e diretora de Sustentabilidade do grupo.

Outras iniciativas que vão ao encontro da pauta de sustentabilidade são a predominância da frota a diesel S10, o uso de produto Arla nos filtros para inibir a emissão de poluentes, a escolha por não trabalhar com frotas antigas e o uso de telemetria para monitorar a direção dos motoristas, reduzindo custos e a emissão de CO2.

Atualmente, a empresa cumpre as metas em relação à ESG e tem a meta de se tornar uma B-Corporation, empresa cujo modelo de negócio é focado no desenvolvimento social e ambiental

 

Veja também: