Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Link Comercial implanta o transpoFrete e reduz 18% dos custos com transportes em 2016

 

Publicado em 19/12/2016

Com o sistema, a equipe de logística pôde trabalhar em ações que geram retorno para a empresa

A Link Comercial conseguiu reduzir os custos com transportes em 18% com o TMS embarcador transpoFrete. O sistema foi aderido pela empresa em junho de 2015 com o objetivo de promover condições para que a equipe de inteligência logística pudesse buscar resultados positivos. O transpoFrete, que está completamente integrado com o ERP Dynamics da Microsoft, trouxe ainda outros benefícios como segurança no processo de emissão de despachos, integração fiscal e financeira e governança nos controles de prazos e ocorrências. 

Para o coordenador de logística da Link Comercial, Fernando Horst Muller, a implantação do transpoFrete dinamizou as atividades da equipe. “[Agora] a nossa equipe trata apenas as situações de exceções. As demais situações são todas automatizadas. Eliminamos completamente o processo de montagem de planilhas e passamos a extrair todas as informações gerenciais do nosso sistema.” Antes, com o desempenho das atividades operacionais, a equipe não conseguia trabalhar em prol de ações que gerariam retorno para a empresa.

Nos três primeiros meses de utilização do software, a Link Comercial registrou um custo de fretes na alíquota de 2,77% sob o faturamento. Ao longo de 2016, o custo médio caiu para 1,97%. A economia geral, que acumula índices de 0,8% sob o faturamento e 18% sob fretes, é fruto de recursos como auditoria automatizada de fretes, simulações de transportes e informações gerenciais estratégicas que permitem a empresa tomar as melhores decisões. Com a implantação do software, a Link Comercial passou a trabalhar com mais transportadoras, implantando alto nível de gestão e controle sob as operações das mesmas.

Após alguns meses de utilização da plataforma, a Link Comercial realizou um trabalho com as transportadoras, apresentando o volume total de cargas executadas e o valor faturado de cada uma e propôs que as mesmas adquirissem os pneus da Link para seus veículos, como uma espécie de contrapartida pela manutenção do seu volume de cargas transportadas. “A área de logística virou uma máquina de produção de resultados”, comenta Muller.

 

Veja também: