Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Maplink lança basemap, que cobre 11 países, no Logística do Futuro

 

Publicado em 10/09/2020

Basemap ajuda empresas a calcularem frete, montar cargas e otimizar o sequenciamento de entregas em conexão no Brasil e América Latina 


Durante sua participação, hoje, em um dos painéis do evento no Logística do Futuro, o CEO da Maplink, Fred Hohagen, lançou oficialmente uma solução em prol da evolução do mercado logístico, o basemap completo envolvendo Brasil e mais 10 países da América Latina.
Lembrando que a empresa é especialista em soluções com geolocalização e revenda de Google Maps para a América Latina,


“Trata-se de um grande salto de qualidade e entendimento maior que as empresas do setor podem obter no momento de gerir suas operações. O projeto visa facilitar a gestão com olhar estratégico pois oportuniza uma visão mais cristalina do que deve acontecer na operação, seja em termos de roteirização ou financeiros”, comenta Hohagen.

 

O basemap

Em termos práticos o projeto visa ajudar a resolução de um problema que muitas empresas têm ao fazerem negócios com o Brasil, a necessidade tanto de cálculo de rotas quanto de fretes ao chegarem na fronteira. Com este novo grande mapeamento é possível gerar rotas únicas entre os países cobertos e obter a informação completa para composição dos fretes levando em consideração pedágios e distâncias a serem percorridas com a carga. Além disso, com o novo basemap também facilita a montagem de cargas e a otimização do sequenciamento de entregas dentro das rotas escolhidas.

 

“Temos duas APIs, Planning e Trip as quais são bastante potencializadas com o novo basemap. Estamos levando cada vez mais a inteligência logística para um nível mais alto. É assim que enxergamos que deva ser o futuro do setor e como podemos ajudá-lo a crescer.”

 

Além do Brasil, o novo mapeamento geográfico conta com mais 10 países da América Latina. São eles: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela.

 

 

Veja também: