Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Logistica do Futuro - Virtual

Movimentação nos portos do Paraná sobe 21%

 

Publicado em 08/04/2020


Por ser um serviço essencial, a atividade portuária não parou com o Covid-19 e ainda superou em 920 toneladas o volume de 2019

 

Apesar das restrições impostas pela disseminação do Covid-19, houve aumento de 21% na movimentação nos portos do Paraná durante março. O volume de carga movimentada superou em mais 920 mil toneladas o total registrado no mesmo período do ano passado.  Em 31 dias, os terminais paranaenses importaram e exportaram cerca de 5,2 milhões de toneladas.
Considerados os três primeiros meses do ano o crescimento é de 9% no volume de carga movimentada, em relação ao primeiro trimestre de 2019.
Especificamente em março o crescimento é generalizado, observado nos diferentes tipos de carga.

 

"Em 2019, tivemos uma queda nas exportações de grãos, com a quebra na safra de soja e aos acordos entre China e Estados Unidos. Com isso, cresceram carga geral, como celulose e contêineres. Em 2020, a safra recorde e o dólar valorizado puxaram a comercialização dos produtos do agronegócio.” - Luiz Fernando Garcia, diretor-presidente da empresa Portos do Paraná.

 

Atividade portuária é serviço essencial, por isso não para

Classificada como essencial, a atividade portuária segue sem interrupções no Paraná. O estado foi o primeiro do Brasil a adotar medidas de proteção aos trabalhadores e caminhoneiros, com a instalação de estruturas médicas e aferição obrigatória de temperatura.

 

O ranking da movimentação nos portos do Paraná

Apenas no segmento dos granéis sólidos, somadas exportação e importação, os portos do Paraná movimentaram 3,6 milhões toneladas de cargas. O volume é 33% maior que o movimentado em março de 2019 (2,7 milhões).
Puxados, principalmente, pelo açúcar e a soja, os granéis de exportação registram aumento de 41,5%. No mês, este ano, 2,76 milhões de toneladas foram exportadas pelos portos de Paranaguá e Antonina; no ano passado, no mesmo período, esse volume foi de 1,95 milhão de toneladas.

De açúcar (a granel e ensacada), 190.428 toneladas saíram pelo Porto de Paranaguá, em março - 85% a mais que as 102.751 toneladas exportadas em 2019. As exportações de soja registram aumento de 83%. Em março desde ano 2,16 milhões de toneladas do produto foram embarcadas. Em 2019, no período, foram 1,18 milhão.

Nos granéis sólidos de importação, o destaque do mês foi a movimentação de fertilizantes. Em março, este ano, 624.883 toneladas dos produtos foram descarregadas, em Paranaguá e Antonina. O volume é 15% maior que o registrado no mês em 2019.

 

Outros segmentos – Nos granéis líquidos, o melhor movimento mensal registrado foi na exportação do óleo de soja. Este ano, em março, 121.364 toneladas do produto foram exportadas, crescimento de 37% em relação as 88.583 toneladas que saíram pelo Porto de Paranaguá, no mesmo período de 2019.

No segmento de Carga Geral, 982.247 toneladas foram movimentadas pelos portos do Paraná. O volume é quase 3% maior que o registrado, no mês, em 2019 (955.143 toneladas). Neste, o destaque está na movimentação dos contêineres. Em 2020, 39.202 TEUs na importação e exportação - quantidade 5% maior que os 37.411 TEUs de março do ano passado.

As estatísticas do mês estão detalhadas no site da empresa pública. Em www.portosdoparana.pr.gov.br, basta entrar na página Operacional, em Estatísticas para acessar.

 

 

Veja também: