Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

O que o gestor de frotas precisa saber sobre a Semana do Frete Grátis?

 

Publicado em 14/04/2021

É preciso se atentar às tecnologias e elevar o nível das entregas para se destacar na Semana do Frete Grátis  
 

A pergunta do milhão para os gestores de frotas é: até quando viverão nos anos 80?
 A novidade da vez é que do dia 25 a 30 de abril é comemorada a Semana do Frete Grátis, uma oportunidade que pode fazer história, assim como a Black Friday. Mas para isso dar certo, os custos devem estar reduzidos ao máximo.
A IoT cada vez mais ganha espaço em diversos setores, e com a logística não seria diferente. Com essa tecnologia a análise de dados de uma entrega pode gerar informações necessárias para que o responsável entenda onde o dinheiro se esvai e em qual processo é possível otimizar.
Segundo Daniel Schnaider, especialista em tecnologias disruptivas para gestão de frotas, é possível separar em dois importantes pilares como as análises que a IoT, embutida em dispositivos acoplados no veículo, pode contribuir para redução de custos.

"Os impactos de gastos desnecessários para as empresas, são muito altos, pois isso gera capital desperdiçado, custos inesperados, alocações de recursos de maneira inadequada, dinamismo comprometido e, por fim, a falta de competitividade.”

 

 Redução e combustível
Aproximadamente 40% do custo de uma frota é com combustível, isso significa que deve ser um ponto importante a ser investigado. Por que isso acontece? São inúmeros fatores! Abaixo seguem alguns exemplos.
A rota, por exemplo. As vezes acreditamos que o caminho mais curto é o melhor para economizar, mas isso está incorreto, pois dependendo do esforço do veículo para percorrê-lo, o gasto pode ser maior. Neste sentido a IoT é capaz de prever as condições das vias e calcular qual o caminho com maior otimização do veículo/combustível.
Parar para almoçar com o veículo ligado é uma das práticas realizadas pelos motoristas. A tecnologia mostra ao gestor quando o motor está ocioso, identificando o gasto. O modo como o carro é dirigido, também é um fator relevante, mas será abordado no próximo item.
Com o uso da IoT, a solução é capaz de economizar até 26% de combustível por mês, em uma frota de 8 mil veículos.
 


Driver feedback display

Direção inadequada pode causar um desgaste de até 30% a mais em algumas peças do veículo, por exemplo, três vezes mais desgaste das pastilhas de freio e duas vezes mais de freio. Esses são alguns dos problemas que um condutor displicente pode causar. Em relação à velocidade acima do adequado, os custos de manutenção podem chegar a 80% a mais.
Esse comportamento pode gerar um alto custo de combustível, entre outros citados. No momento em que ocorre pode não fazer diferença, mas no acumulado, o prejuízo será alto para a empresa.
A IoT é capaz de produzir informações suficientes para um relatório com todo o comportamento de cada motorista, assim, o gestor pode adequá-los ao compliance da empresa e fazer os ajustes necessários.

 

Veja também: