Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

OpenTech preocupada com a segurança nas estradas

 

Publicado em 13/01/2015

Programa de Prevenção de Acidentes, desenvolvido pela empresa, permite a capacitação dos motoristas, análise de riscos, acompanhamento das rotas, redução nos danos às cargas e aos veículos, e ganhos em produtividade

Quem transita pelas estradas brasileiras já sabe: seja qual for a condição da rodovia, a segurança está centrada, basicamente, na performance do motorista. No País, 67% das ocorrências envolvendo operações logísticas estão relacionadas à falha humana e de processos. A conclusão é parte de um estudo realizado pela MDS Consultores de Seguros e Riscos, considerando 1.550 sinistros entre novembro de 2012 e outubro de 2013.

Do total de incidentes ligados à falha humana, 56% dos prejuízos foram decorrentes de tombamento, capotagem e colisão. As causas incluem velocidade incompatível com o trecho, fadiga do motorista, desrespeito às leis de trânsito ou normas de segurança, distração, imperícia na manobra, falta de qualificação, defeito mecânico ou uso de medicamentos.

Para ajudar a reduzir estatísticas como essa, a OpenTech desenvolveu o OpenPPA. Centrado no fator humano, o Programa de Prevenção de Acidentes tem seu foco na análise de riscos, propondo ações preventivas e corretivas, voltadas, principalmente, à atuação dos motoristas. Para quem já aderiu à solução, os resultados são significativos, tanto na preservação de vidas e de bens envolvidos, quanto na eficiência dos negócios e na imagem da empresa.

Prova disso são as estatísticas. Amargando prejuízos de R$ 7 milhões com tombamentos, recorrentes entre 2010 e 2011, um dos clientes da OpenTech viu essas cifras despencarem a zero, após a implantação do OpenPPA. Ao descontinuar o Programa, entre o último trimestre de 2012 e os três primeiros meses de 2013, as perdas com tombamentos voltaram a bater na casa do R$ 1 milhão. “Desde o segundo trimestre do ano passado, com a retomada da solução criada pela OpenTech, esse cliente não registrou novos tombamentos”, conta o gerente especialista em Prevenção a Acidentes da OpenTech, Eduardo Luis Dias Tavares.

Na avaliação do gerente, os resultados expressivos são possíveis graças aos critérios rigorosos do Programa e ao acompanhamento constante de analistas exclusivos, que atuam in loco. “Temos equipes que acompanham as operações, treinam os motoristas, fazem o levantamento das não conformidades ao final de cada viagem, tomam as medidas corretivas e realizam novas capacitações, sempre que necessário”, explica Tavares.

Com facetas personalizadas para atender às necessidades específicas de cada cliente, a solução da OpenTech vai além do treinamento dos motoristas, realizado com didática diferenciada e tecnologia avançada, incluindo treinamentos à distância (e-Learning) e acompanhamento pontual do desempenho de cada profissional, durante todo o trajeto. O OpenPPA permite a análise da operação, por meio de comparativos mensais de não conformidades, minimizando o potencial de riscos nas estradas, o prejuízo com a avaria das cargas e, consequentemente, os gastos com seguros.

Outra vantagem é que o cliente pode optar pela contratação de palestras de sensibilização e módulos de treinamento com temas específicos para o atendimento a demandas pontuais. Há, também, a opção de contratação de estudo de prevenção de avarias, que estuda as características da carga, indica a melhor forma de acondicionamento, sugere rotas, verifica as causas prováveis dos danos à mercadoria e elabora um plano de ação para garantir que o produto transportado chegue ao destino intacto. 

 

Veja também: