Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Logistica do Futuro 2022

Pedágio Fácil: Tmov cria solução para facilitar rotina de motoristas

 

Publicado em 18/05/2022

Em parceria com a Maplink, equipamento consiste em uma tag de pagamentos automáticos acoplada no para-brisa do veículo e libera automaticamente a passagem por pedágios de todo o país

Por Christian Presa, com informações de Assessoria de Imprensa


Foto: Divulgação

Para otimizar a rotina de motoristas do transporte rodoviário de cargas, a Tmov desenvolveu o “Pedágio Fácil”, uma tag de pagamentos automáticos que pode ser acoplada no para-brisa do caminhão. Por meio da solução, é liberada automaticamente a passagem de caminheiros e frotistas por pedágios de todo o país.

De acordo o head de Pagamentos da Tmov, Jaques Rafael Motta, foi realizada uma pesquisa com a participação de aproximadamente 500 caminhoneiros. Desses, mais da metade não usava nenhum modelo de tag até aquele momento.

“É um público que realiza o pagamento em dinheiro ou com cartões de vale pedágio, o que atrasa a cadeia de entregas.” – Jaques Rafael Motta, head de Pagamentos da Tmov.

Em uma simulação da rota entre Cardoso (SP) e Santos (SP), que possui 12 praças de pedágio, concluiu-se que, com a tag, a economia pode ser de até 1h12 de viagem. Por extensão, ao evitar paradas, os motoristas conseguem reduzir o gasto com o diesel em aproximadamente R$ 168. Segundo a empresa, a redução de paradas nas praças de pedágio gera economia média de 3 litros de diesel.

Outros benefícios da solução são ausência de mensalidade e o estorno do valor não utilizado. Nos próximos dias, será liberada a possibilidade de contratação de rotas avulsas.

PARCERIA COM A MAPLINK

Para construir essa solução, a Tmov firmou parceria com a Maplink. A empresa oferece APIs (Interfaces de Programação de Aplicações, na tradução da sigla em inglês) próprias que auxiliam no planejamento e na otimização de rotas, além de identificar previamente pontos de interesse.

No caso do Tmov Pedágio Fácil, foram incorporadas as API Trip e API Toll para possibilitar o funcionamento da tag. Esses recursos possibilitam a otimização de trajetos, bem como a identificação e o cálculo dos preços dos pedágios existentes nesses percursos.

Para Frederico Hohagen, CEO e cofundador da Maplink, o maior benefício de ferramentas baseadas em API é a possibilidade de personalização dos serviços e a maleabilidade para a construção de novas soluções.

“Por meio das APIs, as empresas podem montar suas soluções de acordo com as necessidades e reviravoltas da economia e do mercado. Assim como a Pedágio Fácil, que foi desenvolvida com uma API aberta, nossas features, como a Trip e a Toll, permitem uma conexão rápida e facilitada com outras plataformas e soluções, agregando ainda mais funcionalidades que otimizam os processos logísticos.” – Frederico Hohagen, CEO e cofundador da Maplink.

 

Veja também: