ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
Airport town

 

Categorias

 

Fretebras

 

BYD

 

e-Galpão

 



Plimor bate recordes no transporte de cargas em 2010

Publicado em 12/04/2011

No ano, a empresa registrou crescimento de 30,93% em faturamento, com aumento de clientes e consolidação das operações em São Paulo. 

Impulsionado pelos resultados positivos da economia brasileira, o balanço das operações da Plimor em 2010 se mostrou acima das já ousadas metas estabelecidas para o ano. A transportadora gaúcha especializada no segmento de cargas fracionadas fechou o período com faturamento 30,93% acima de 2009. Foi um ano de muito trabalho, mas superamos com a meta projetada pela empresa que era de 21,45%", comemora o diretor da Plimor Julhiano Bortoncello. 

Em relação ao volume de despachos realizados, em 2010 a empresa contabilizou um incremento de 15%. Cruzando este indicador com o resultado obtido no faturamento, o desempenho da Plimor se mostra ainda mais interessante, pois indica crescimento de operações com um melhor índice de rentabilidade. "Nosso planejamento era ousado principalmente em termos de faturamento já que havíamos estabelecimento uma meta acima do que era projetado para o PIB do país. Crescemos ampliando nosso marketshare e isso se verificou principalmente em São Paulo", complementa Bortoncello. 

No último trimestre do ano, devido ao fortalecimento do comércio eletrônico observado principalmente durante as compras para o Natal, a empresa registrou recorde nas movimentações. O pico de despachos foi observado em novembro, mês que superou em 21% a média mensal de 2010. Em comparação à média mensal registrada em 2009, este indicador foi ainda mais significativo, chegando a 40%. 

Os resultados colhidos pela Plimor no ano passado tiveram grande contribuição das operações realizadas em São Paulo. As unidades de Guarulhos e de Campinas registraram ampliação no faturamento de 56,5% e de 43% respectivamente. "Já temos uma boa capilaridade em São Paulo e não aumentamos a área de atuação. Melhoramos o atendimento e demos maior agilidade operacional com a abertura de novas unidades no estado", observa Bortoncello. O diretor acrescenta que a transportadora também colheu bons resultados graças à ampliação na carteira de clientes, observada em todos os estados onde atua, mas especialmente em São Paulo, e com destaque no segmento de e-commerce. 

Planejamento integrado - Para que o sucesso nos resultados contábeis fosse alcançado mantendo a qualidade no atendimento prestado - diferencial da Plimor reconhecido pelo mercado - a empresa realizou não apenas investimentos na estrutura, com a implantação do plano de automatização dos terminais e ampliação no número de unidades, como também reforçou áreas e operações consideradas estratégicas. 

O aumento no volume de informações e de encaminhamentos demandados pelos clientes foi absorvido pela Plimor com reformulações na área de atendimento. Nos meses de outubro a dezembro foram montados plantões na Central de Relacionamento e Melhorias - Prime, que passou a funcionar por 13 horas diárias, das 7h às 20h. Entre 1º de outubro a 31 de dezembro, o Prime atendeu a 51.146 solicitações, significando uma média de 853 atendimentos por dia útil. Este volume representa um incremento de 37% sobre a média normal, que gira em torno de 623 atendimentos/dia. 

Para absorver esta demanda extra sem afetar a qualidade do serviço, a Plimor buscou reforços para o Prime dentro de seu próprio quadro de colaboradores. A transportadora considera este serviço estratégico já que demanda conhecimentos da operação assim como agilidade nos retornos a respeito dos embarques e da situação das entregas agendadas. Por isso, 15 funcionários de outras áreas foram capacitados antecipadamente e, durante o último trimestre, foram remanejados para o Prime que passou a contar com uma equipe de 51 pessoas. "Esta área é onde fazemos a ponte entre o cliente e a empresa e tem como objetivo dar informações complementares dos embarques, solucionar demandas e fazer a triagem de solicitações à área de operações", resume a executiva de relacionamento da Plimor, Sandra Santini da Silva. 

Para o reforço na logística das operações, a transportadora criou linhas extras e, como medida preventiva, destacou veículos volantes para atendimento de fluxo excedente que não tivesse sido previamente programado pelos clientes. Outra ação realizada no último trimestre foi a ampliação da frota efetiva da Plimor em cerca de 20%, representando aproximadamente 60 veículos, com a agregação de terceiros. 

"Detectamos esta necessidade ainda em outubro e estas ações conseguiram atender ao salto de demanda do final de ano. Da mesma forma, o relacionamento que temos com parceiros foi fundamental para a atendermos a todas as operações. A Plimor foi uma das poucas transportadoras que ainda estavam recebendo pedidos e realizando as entregas dentro dos prazos acordados", salienta Metrioni de Borba, gerente geral de Logística da Plimor. 

O gerente explica que o aumento na movimentação no final de ano é normal no setor de transportes. Entretanto, em 2010, houve uma mudança no perfil do cenário em função do comércio eletrônico. "Nem as próprias empresas com e-commerce esperavam isso, pois as previsões de embarque enviadas por elas antes deste período ficaram bem abaixo do que foi verificado. Isto provocou uma sobrecarga em todo o setor de transportes", informa Borba. 

Perspectivas para 2011 - A contínua melhoria de estrutura na atuação logística está mantida no planejamento que se delineia para este ano. Entretanto, em função da mudança de cenário com a tendência de fortalecimento das compras através de sites e da consolidação da atuação no mercado de São Paulo, a Plimor deverá também fortalecer ações de qualificação das operações. Esta visão compreende programas para treinamento da mão-de-obra assim como a otimização de processos. 

"A Plimor vai apostar forte no e-commerce e está se estruturando para isto. Entre os desafios para 2011 está o aprimoramento do serviço prestado", revela Julhiano Bortoncello. Ele explica que a direção da empresa não imagina um crescimento tão forte em volume de carga, mas de recuperação tarifária tanto através da qualificação do produto nos segmentos que a empresa opera. Em linhas gerais, a transportadora prevê expansão em torno de 15%. "A Plimor já mostrou está preparada para atingir esta meta. Possui estrutura, controles e equipe treinada para suprir demandas e otimizar os próprios processos internos", conclui Bortoncello.

Quer se manter atualizado e preparado para o mercado de trabalho?
Clique aqui e descubra como a MundoLogística vai te ajudar!

 

Veja também: