Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Por meio de fórmula matemática, startup de logística foca no desenvolvimento de funcionários

 

Publicado em 27/07/2021

"Equação do Resultado" foi um método desenvolvido pela Comprovei para que os colaboradores compreendam o que pode influenciar no próprio desempenho


Foto: Divulgação

É comum que as empresas tenham políticas padrão para novos colaboradores, mas a startup Comprovei tem um método inusitado: quando um novo funcionário começa a trabalhar lá, ele é apresentado à "Equação do Resultado" (R=PxExC). Com a “conta”, que faz parte da cultura corporativa da empresa, o objetivo é que o novato ou a novata entendam, desde o princípio, o que pode influenciar o resultado do próprio trabalho, tanto individual quanto coletivamente.

A conta funciona assim: todo Resultado (R) é consequência de três fatores: a Forma de Pensar (P), o Entusiasmo (E) com que se age e o Conhecimento (C) que se aplica no trabalho (e na vida pessoal).

Para o CEO da Comprovei, Halley Takano, ao pensar de forma positiva (P positivo) uma pessoa terá cada vez mais entusiasmo (E crescente) no trabalho, e funcionários assim invariavelmente estarão aprendendo, adquirindo cada vez mais conhecimento (C cumulativo). “Uma das interpretações mais relevantes dessa equação é que diante dos desafios, onde temos que superar os obstáculos, o ponto fundamental é manter uma força mental com pensamento positivo.”

O CÁLCULO DA EQUAÇÃO

O "C” de Conhecimento representa também Competência, Capacidade e, muitas vezes, é o que consta em um Currículo. Esse fator varia numa escala de 0 a 100. Inicialmente é 0 e, ao longo do tempo, o normal é que aumente cumulativamente, mesmo que a passos pequenos, em direção aos 100.

O “E” de Entusiasmo é a atitude ou a Energia. Esse fator também varia de 0 a 100, no qual 0 representa uma das extremidades da escala e é a “apatia” (ausência total de entusiasmo). Na outra extremidade é 100, que é a paixão e a dedicação com que se realiza.

Por último, o "P” de Forma de Pensar. Esse fator tem uma escala diferente: vai de -100 a +100, pois a forma de pensar pode ser negativa ou positiva. Exemplos de formas de pensar negativas são pessimismo, fofoca, inveja, ódio e egocentrismo. Já as formas de pensar positivas são otimismo, altruísmo, colaboração e trabalho em equipe.

 

Veja também: