Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Programa de Gestão de Transportadores reduz acidentes em 84%

 

Publicado em 06/04/2021

Ranking com os destaques é divulgado e site para envio de documentação é anunciado. Objetivo é reduzir acidentes rodoviários

 

O Programa de Gestão de Transportadores (PGT) da Marfrig, produtora global de hambúrgueres e carne bovina, divulgou o ranking 2020 do programa, que destaca os três primeiros lugares ocupados pela transportadora Transreal em primeiro lugar; seguida pela transportadora FRB em segundo e; pela transportadora TransWagner em terceiro.

A Marfrig também lançou oficialmente o portal do programa onde as transportadoras podem enviar digitalmente as documentações solicitadas no programa para avaliação. A participação no programa é pré-requisito para que os transportadores se tornem ou se mantenham fornecedores da companhia.

A companhia opera atualmente com 130 transportadoras e todas elas são avaliadas trimestralmente em 32 quesitos legais e outros 15 indicadores operacionais, como investigação de acidentes, violações do Programa de Gestão de Risco - PGR, participação em reuniões e workshops, ocorrências etc.
O diretor de logística, Luciano Alves, explica que a equipe de logística toma como base o Código de Trânsito Brasileiro e acrescentou indicadores estabelecidos pela companhia.

 

“Não exigimos nada além do que já está previsto na legislação e do que é básico na gestão das transportadoras.”


O time de logística da Marfrig, tem muito a comemorar em relação aos números do PGT. Em dois anos desde a implantação do programa, houve redução de 84% de acidentes com veículos de carga que transportam os produtos da Marfrig - de 92 em 2018 para 15 em 2020. A iniciativa também zerou o número de acidentes fatais no mesmo período - em 2018 foram registradas oito fatalidades e em 2020 nenhum. Este resultado faz parte de um conjunto de ações adotadas em 2019, quando a empresa criou o PGT para garantir um transporte seguro, sustentável e com qualidade.

 

Documentação e desempenho

Entre os documentos exigidos das empresas estão o alvará de funcionamento, licença ambiental, movimentação de resíduos, manutenção preventiva dos veículos e as exigências para os motoristas são: a carteira de habilitação, atestado de saúde ocupacional, testes toxicológicos e treinamentos. Com o portal, as transportadoras também podem consultar a pontuação parcial e terem um panorama de quais quesitos podem melhorar para garantir uma boa posição no ranking do PGT.

As avaliações são trimestrais e as transportadoras são classificadas por meio de uma pontuação. Fornecedores que alcançam 900 ou mais pontos possuem alto desempenho; entre 751 e 899 pontos – médio desempenho; e menor ou igual a 750 pontos – baixo desempenho.

 

 

Veja também: