Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Projeto de inovação da Rumo é selecionado pelo MIT

 

Publicado em 16/01/2020

A empresa de logística e os estudantes da universidade americana criaram uma solução de inteligência artificial para aumentar a eficiência da formação de trens


A Rumo (controlada pela Cosan) teve um projeto de inovação selecionado para receber o apoio de uma das mais renomadas universidades e centros de pesquisa científica do mundo: o Massachusetts Institute of Technology (MIT).
O trabalho escolhido no final do ano passado envolve a aplicação de um algoritmo de Inteligência Artificial (IA) para otimizar a operação de formação de trens no Porto de Paranaguá (PR). Essa parceria é o primeiro case do projeto da Cosan a se aproximar de universidades nos Estados Unidos.

“As parcerias entre empresas e instituições de ensino fazem parte da agenda do grupo. Essas iniciativas permitem trocas ricas de conhecimento e um contato direto com tecnologia de ponta e futuros talentos. Agora, vamos ampliar essa experiência para os outros negócios da Companhia.” Paula Kovarsky, head de Relações com Investidores e do escritório de Nova York da Cosan.


Objetivos do projeto de inovação

Os objetivos do projeto feito pela Rumo e MIT são reduzir custos e aumentar a eficiência do giro de vagões que descarregam no cais e precisam voltar rapidamente para os terminais do interior. A apresentação do projeto ocorreu no próprio MIT em meados do mês passado, sendo muito elogiado pela banca.

 

“Os estudantes do MIT desenvolveram um algoritmo para usarmos em nossos sistemas. Com esta solução em mãos, poderemos ajustá-la conforme as nossas necessidades”. Roberto Rubio Potzmann, diretor de tecnologia da companhia.

 

MIT e brasileiros, juntos, no projeto de inovação

O projeto da empresa brasileira foi selecionado pelo Analytics Lab (A-Lab), departamento do MIT no qual estudantes de graduação e MBA aplicam processos e métodos de analytics, machine learning e tecnologias digitais de ponta para resolver problemas de negócios.

Durante o último mês de 2019, colaboradores da empresa brasileira de serviços logísticos e do instituto norte-americano trabalharam juntos para propor soluções de IA coacona formação de trens no Porto de Paranaguá (PR). Ali, todos os meses, centenas de vagões da concessionária descarregam grãos e precisam voltar rapidamente para os terminais do interior.


O Analytics Lab do MIT
Com cinco anos de existência, o A-Lab do MIT já levou cerca de 300 estudantes para trabalhar em soluções de projetos que abrangem internet das coisas (IoT), tecnologia digital, finanças, marketing, comércio eletrônico, varejo, manufatura, saúde, cadeias de suprimentos médicos e segurança de trabalho.

 

Veja também: