Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Logistica do Futuro 2022

Riachuelo se une à G10 Favelas para operação de last mile na periferia da Grande São Paulo

 

Publicado em 20/06/2022

Por meio de projeto piloto, a Favela Brasil Xpress está responsável pela entrega de produtos do e-commerce da marca em comunidades como Paraisópolis, Capão Redondo e Heliópolis

Por Christian Presa, com informações de Assessoria de Imprensa


Giva Pereira, Gabriel Kanner, Marcella Kanner, Gilson Rodrigues, Anaia Bandeira e Felipe Rocha (Foto: André Silva / Agência Cria Brasil)

Para levar o acesso aos bens de consumo para a periferia da Grande São Paulo, o Instituto Riachuello oficializou parceria com a Favela Brasil Xpress, startup de logística parceira do G10 Favelas. Nos últimos seis, um projeto piloto entre a varejista e a logtech viabilizou a entrega de 6 mil pacotes nas comunidades de Paraisópolis, Capão Redondo, Heliópolis, Cidade Júlia, em São Paulo, e Diadema.

Por meio da parceria, o objetivo é que a Riachuelo entregue os produtos nos centros de logística da startup, que se responsabiliza pela operação de last mile. A proposta do projeto também visa a democratização do e-commerce e impactar um público que movimenta mais de R$ 159 bilhões por ano. “Identificamos uma população invisível, sem CEP, e a transformamos em consumidores”, afirma o CEO da Favela Brasil Xpress, Giva Pereira.

“Somos uma empresa que mantém o cliente como centro do negócio. Nós somos feitos por e para pessoas, estaremos onde eles estiverem. Com a parceria, vamos gerar conexão, inclusão e comodidade. Agora, nossos clientes não precisam mais ir até uma agência dos Correios para receber um produto, eles o receberão no conforto de sua casa, prezamos muito por isso.” – Marcella Kanner, head de Comunicação Corporativa e de Marca da Riachuelo e diretora de Comunicação do Instituto Riachuelo.

A entrega de última milha nas comunidades é marcada por desafios. Segundo Cristiano Flores e Silva, em artigo publicado na edição 88 da MundoLogística, a operação de last mile nas favelas enfrenta dificuldades como a limitação de estrutura, com vielas estreitas ou por falta de CEP e numeração.

Com IPO aberta para investimento na Bolsa de Valores das Favelas – possibilitada pela parceria entre G10 Favelas e Divi Hub –, a Favela Brasil Xpress deve expandir as operações para outras 50 comunidades ainda este ano. O trabalho da logtech foi, inclusive, reconhecido no Prêmio BBM Projeto de Logística 2021. Na premiação, a Favela Brasil Xpress foi a vencedora na categoria Startup.

 

Veja também: