Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Riscos Logísticos: um mercado em crescimento que pode “frear” o roubo de cargas em rodovias

 

Publicado em 10/05/2022

Pesquisa da CNT aponta que prejuízo com roubo de cargas ultrapassa R$1 bi e aflige 62,5% dos transportadores no país; tecnologia e gestão de riscos logísticos são grandes aliados na prevenção ao crime

Por Redação


Foto: Divulgação

Um dos maiores desafios do setor de transporte, o roubo de mercadorias é um fator que gera preocupação em 62,5% dos transportadores rodoviários de cargas. É o que revela a Confederação Nacional dos Transportes na Pesquisa CNT Perfil Empresarial: o prejuízo alcançou mais de 1,2 bilhões só em 2020.

A perda de mercadorias por furto ou roubo nas estradas se tornou ainda mais comum por aqui. Neste ano, o Brasil registrou um aumento de 1,7% de ocorrências em relação a 2021, segundo dados da Associação Nacional de Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística).

Não à toa, as empresas do ramo buscam mais proteção e prevenção a fim de vencer o desafio crescente no país. Para cobrir suas perdas e “blindar” os custos excedentes, CEOs e empresários percebem que utilizar a tecnologia aplicada à logística se tornou uma ferramenta cada vez mais estratégica e fundamental.

Drones, internet das coisas (IoT) e sensores já são realidades no setor de logística. Dados em tempo real protegem a cadeia de suprimentos, ajudando empresas no monitoramento, localização e status da carga, e geram soluções incríveis. Com informações em real time, gestores podem tomar decisões rápidas e manter suas cadeias de suprimentos seguras, o que eleva o ganho de competitividade e nos resultados das empresas no mercado.

GESTÃO DE RISCOS LOGÍSTICOS E A BUSCA POR MÃO DE OBRA QUALIFICADA

O cenário explica a crescente procura por profissionais de logística qualificados, que saibam transformar tecnologia em segurança. É preciso que essa força de trabalho seja munida de uma visão macro para reduzir os riscos, melhorar a experiência do cliente – cada vez mais exigente – e colaborar com tomadas de decisões estratégias e assertivas.

Diante dos benefícios que geram, esses profissionais tem sido mais requisitados, o que eleva o nível dos candidatos a vagas no setor. Por isso, não faltam vagas no setor de logística, que apresenta crescimento expressivo com o “boom” de e-commerces e marketplaces no mundo.

Isso significa que investir na carreira – ou preparar o time de logística – é o diferencial para quem deseja conquistar esse mercado, que segue atrativo aos olhos de grupos de investidores, com previsões de grandes lançamentos e aquisições.

GESTÃO DE RISCOS LOGÍSTICOS GANHA GRADUAÇÃO INÉDITA NO BRASIL

Com a proposta de formar estes profissionais, a Escola de Negócios e Seguros (ENS) lançou a graduação em Gestão de Riscos Logísticos, inédita no Brasil. O curso foi idealizado com o objetivo de facilitar a compreensão das diversas etapas que compõem um processo técnico de operação logística e riscos associados, capacitando os alunos para planejar, coordenar, executar e avaliar atividades focadas na gestão e no tratamento dos riscos logísticos.

O curso apresenta as ferramentas necessárias para o desenvolvimento da função, como IoT, modelos de gestão de transportes e armazenagem, planejamento estratégico e gerenciamento e administração de riscos.

Se interessou por esse mercado? Conheça a nova graduação e seja um profissional do setor de logística na ENS!

 

Veja também: