ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
Airport town

 

Categorias

 

Fretebras

 

BYD

 

e-Galpão

 



SICK amplia atuação no Brasil com a nova divisão de Automação Logística

Publicado em 26/04/2011

Na primeira edição sul-americana da CeMAT 2011, Feira Internacional de Movimentação e Logística, o Centro de Exposições Imigrantes, em SP, recebeu as mais variadas inovações do ramo de logística e movimentação de materiais do continente. Presente no evento, a Sick, empresa líder mundial no mercado de sensores industriais, aproveitou o movimento e a repercussão proporcionados pela feira para ingressar de vez no segmento com a implantação de sua divisão de automação logística no Brasil. 

Com a relevância que o mercado industrial nacional vem conquistando nos últimos anos, a Sick projetou iniciar no País a comercialização de suas soluções em sensores para logística, armazenagem e movimentação de produtos em 2011 e utilizou o palco da CeMAT para dar maior visibilidade para o público altamente específico que a feira traz. "As soluções de logística da Sick já são oferecidas em boa parte do mundo e, com o passar do tempo, a análise que foi feita revelou o Brasil como um novo e grande mercado para estendermos esta gama de soluções", declara Sidnei Ivanof, gerente geral da Sick no Brasil. 

Há mais de 15 anos atuando no País com o fornecimento de sensores para automação de fábrica, tais como sistemas de segurança, sensores industriais, instrumentação industrial, analisadores e instrumentação de processos, a companhia, que mantém matriz instalada na Alemanha, posicionou o Brasil, a partir da implantação da divisão de logística no País, como centro de negócios para o continente sul-americano, oferecendo, ainda, prestação de serviços e suporte técnico especializado. 

As soluções para área de logística da Sick podem ser aplicadas em armazéns, linhas de produtos fabris, aeroportos, entre outros, com objetivo de auxiliar na melhoria da eficiência de qualquer processo industrial, além de eliminar as fontes de riscos e erros dos sistemas de transporte. "Para cada tipo de aplicação utilizamos uma gama de produtos específicos, desde simples sensores fotoelétricos até às complexas estações de leitura para código de barras e de identificação", pondera Ivanof. 

O mais novo serviço da Sick no Brasil pode ser aplicado nos mais diversos ramos da logística industrial, desde áreas de recebimento, armazenamento e recuperação automática, transporte, classificadores, embalagem e área de envio, entre outros. As soluções possibilitam o controle logístico de processos compreendendo todas as linhas de movimentação industrial, com soluções para detecção, identificação e qualificação da carga transportada, com monitoramento de paletes, dimensionamento e otimização do volume da carga durante a armazenagem e transporte de mercadorias, detectando, inclusive, possíveis danos causados durante a movimentação. 

Segundo o gerente da Sick no Brasil, a participação na CeMAT confirmou a instalação da divisão de logística no País como um passo importante para alavancar os negócios em todo o território nacional. "Conseguimos abrir diálogo com o público deste segmento. Muitos contatos e a possibilidade de novos negócios são reais, e muito disso se deve ao fato de a Sick ter sido a única empresa do segmento na CeMAT representando o setor de logística com soluções completas e de alta tecnologia", finaliza o gerente. 

Quer se manter atualizado e preparado para o mercado de trabalho?
Clique aqui e descubra como a MundoLogística vai te ajudar!

 

Veja também: