Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Ultimas tendencias - assinatura

Tópico ampliará fábrica e capacidade de produção em 30%

 

Publicado em 29/07/2020


A modernização inclui docas adicionais de carregamento de materiais e novas soluções de engenharia. Além da capacidade de produção, empresa espera crescer entre 10% e 15% este ano

 

A Tópico, especialista em galpões e infraestrutura flexível com tradição de mais de 40 anos no país, ampliará sua fábrica e capacidade de produção e investimento em 30%
até outubro. As instalações fabris, que atualmente ocupam uma área de 30 mil m² no município de Embu das Artes (SP), serão totalmente modernizadas, possibilitando o aumento na capacidade de atendimento aos clientes.

 

"O empreendimento representa um investimento que inclui a instalação de um grande showroom de produtos e acessórios, nova área de treinamento, docas adicionais de carregamento de materiais, além de novas soluções de engenharia que abrangem geração de energia solar, deteção de incêndio, controle de acesso e segurança, entre outros." - Arthur Lavieri, presidente da Tópico.

 

A fábrica da Tópico em Embu das Artes gera 500 empregos diretos e indiretos. A melhoria nas instalações fabris inclui docas adicionais de carregamento de materiais e novas soluções de engenharia.

O projeto foi acelerado durante os primeiros meses da pandemia do novo Coronavírus, uma vez que a demanda por galpões logísticos de grande porte, projetos de estruturas flexíveis para aplicações especiais, se intensificaram no período. Segundo Sergio Gallucci, diretor de Marketing e Vendas da Tópico, o mercado sofreu grandes mudanças e a empresa tem conseguido se adaptar para atender às novas necessidades dos clientes.

 

"Praticamente todos os setores econômicos foram impactados de alguma maneira neste período e as necessidades por estruturas flexíveis ou temporárias de armazenagem tiveram que ser rapidamente ajustadas. Com mais de 1.4 milhão de m² alugados pelo Brasil, a Tópico tem sido capaz enfrentar estes desafios e ajudar os clientes".

 

Mesmo com a crise, a Tópico, líder do setor no Brasil, deve crescer entre 10% e 15% este ano.

 

"Adicionamos mais de 20% de novos clientes à nossa base, que já se aproxima de mil clientes ativos. Este investimento é uma forma de agradecer por esta confiança e oferecer serviços mais ágeis e modernos".

 

 

Veja também: