ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
Airport town

 

Categorias

 

Fretebras

 

BYD

 

e-Galpão

 



Transformar para aumentar a competitividade de indústrias, varejos e distribuidores

Publicado em 02/09/2014

O Supply Chain Transformation tem o compromisso de aumentar o desempenho da cadeia de suprimentos, por meio de processos e sistemas que combatem faltas e excessos de estoques

Criada pela NeoGrid, a solução Supply Chain Transformation (SCT) sincroniza a cadeia de suprimentos, orientando a resultados os processos, a tecnologia e as operações, com o objetivo de deixar as empresas mais competitivas e, portanto, mais lucrativas de forma contínua.

O SCT alinha desde a produção até a reposição dos produtos, de acordo com a real demanda, passando pelos processos de compras, marketing, vendas, logísticos, financeiros e fiscais. Esse alinhamento gera mais disponibilidade de produtos e menos perda de vendas, por faltas nas gôndolas, ao mesmo tempo em que evita capital parado em estoques altos nas indústrias, nos distribuidores e nos varejos.

“Não basta ter bons produtos e preços competitivos, é preciso ter o produto no lugar certo e na hora certa, quando o consumidor o procura. Para conseguir isso, garantindo a sobrevivência e o crescimento dos negócios, as empresas precisam de uma cadeia de suprimentos sincronizada”, destaca Moacir Cardoso, CEO da NeoGrid.

O serviço foi desenvolvido pela NeoGrid a partir de uma percepção: a verdadeira competição no mercado não acontece entre duas ou mais empresas, mas entre duas ou mais cadeias de suprimentos. De acordo com Cardoso, “muitas empresas focam seus esforços em produtos e preços para criar vantagem competitiva. Isso é extremamente importante, mas é copiável e não o suficiente para estar na frente. É preciso aumentar a velocidade e a flexibilidade em toda a cadeia de suprimentos”.

A NeoGrid é a única empresa brasileira de software a oferecer a solução integrada em uma plataforma exclusiva, que dá visibilidade ao real consumo, compartilhando dados e disponibilizando um conjunto de algoritmos para direcionar fluxos e modelos de negócios inovadores. Um elemento-chave do serviço é melhorar a infraestrutura de TI, com um sistema decisório, suportando todos os participantes da cadeia. Além de focar no uso de ferramentas inovadoras, o SCT também orienta as pessoas envolvidas nos processos colaborativos, ao longo da cadeia, para que todas atinjam o objetivo comum de se tornarem mais competitivas.  

Cada operação é moldada a partir da natureza do negócio e da necessidade da empresa que contrata o serviço. “A colaboração, por meio do SCT, é uma relação ganha-ganha para todos – as indústrias, os distribuidores e os varejos. Quanto mais complexa a cadeia de suprimentos, mais resultados trará o SCT”, afirma Cardoso.

Quer se manter atualizado e preparado para o mercado de trabalho?
Clique aqui e descubra como a MundoLogística vai te ajudar!

 

Veja também: