Informe os dados de acesso para entrar na área do assinante.

Uso de smart lockers cresce 100% durante pandemia

 

Publicado em 11/08/2020


Alta no e-commerce e preferência por entrega sem contato provocam a expansão em tempo recorde dos smart lockers

 

Aparentemente, os smart lockers se transformaram na solução preferencial de quem teve que se adaptar às pressas à nova situação pandêmica.
Desde que as medidas de isolamento social foram impostas o e-commerce deu um salto de crescimento, fazendo com que serviços de entrega e infraestrutura logística precisassem se adaptar rapidamente. Atrasos no envio, acentuados com o maior volume, e as constantes preocupações com o contágio pelo Covid-19 durante a entrega, fizeram com que os terminais inteligentes de autoatendimento caíssem nas graças do consumidor. 
A Clique Retire, precursora na operação de e-Box no Brasil, por exemplo, experimentou um crescimento surpreendente de 101%, de março a julho, em comparação aos quatro meses anteriores ao período. Tanto que a rede precisou acelerar sua expansão e já conta com mais de 3.000 compartimentos nas estações do Metrô Rio e São Paulo, em postos de combustíveis, shoppings e grandes condomínios.


O funcionamento dos smart lockers

O locker - também chamado de e-Box em alusão à caixa postal eletrônica - permite que o comprador do e-commerce receba sua encomenda de forma conveniente, sem qualquer tipo de contato e risco de contágio com o entregador. Nessa modalidade, o usuário recebe um QR code em seu celular, e o usa para desbloquear a máquina e retirar seu pacote. Sua utilização é destinada a pessoas físicas ou empresas.

A plataforma da Clique Retire já opera em 14 países e está preparada para operar milhões de pacotes por dia e responder a imprevistos que possam surgir.

 

Os locais preferidos para os smart lockers

Segundo a empresa, No Rio de Janeiro, mesmo com a redução do número de usuários do metrô em 80% durante a quarentena, os e-Box continuam com altos índices de utilização, assim como em São Paulo.
Destacam-se também as máquinas nos postos de combustíveis próximos às comunidades. Nestes locais, o movimento característico é de motoristas que param para pegar seu produto e abastecem o carro, ou de quem precisa devolver um produto e prefere o e-Box a uma agência dos Correios.
Para os shoppings, a Clique Retire desenvolveu planos especiais durante a pandemia para estimular a utilização pelos lojistas e auxiliá-los na retomada das vendas. Os e-Box normalmente ficam na entrada ou em outra área de fácil acesso, sem necessidade de marcar e sem contato físico.

 

“Como a entrega sem contato é uma das soluções eficaz para reduzir o contágio do Coronavírus no setor, percebemos que os e-Box estão se tornando uma tendência entre os brasileiros muito mais rápido do que o previsto. Os clientes estão felizes e satisfeitos por poderem retirar suas compras de acordo com a sua disponibilidade de horário e mais protegidos.” - Gustavo Artuzo, diretor executivo da Clique Retire.


Outra modalidade de uso é quando o comércio eletrônico oferece os smart lockers como opção de retirada. Nesse caso, o processo é parecido, sendo que a escolha do e-Box é feita no carrinho de compras, e o cliente não paga nada a mais.

 

Mais informações sobre as formas e custo de uso dos smart lockers podem ser obtidas no site da Clique Retire, assim como todo o processo de contratação que é totalmente virtual. 

 

Veja também: